Trem ou ônibus, qual é a melhor opção para viajar pela Europa?

Foto: Visit London
Foto: Visit London

Se você está pensando em fazer um mochilão pela Europa ou quer conhecer alguns países da região e está na dúvida entre ir de ônibus ou de trem, confira estas dicas.

No velho continente, opções de locomoção é o que não faltam. Viajar de ônibus é mais barato, mas é bastante desconfortável. Enquanto o trem reúne rapidez, conforto e a oportunidade de apreciar belas paisagens.

Um dos passes mais conhecidos de trem é o Inter Rail, que é dividido em 8 zonas e abrange 29 países. Porém, para comprar esse ticket o viajante tem que estar morando em alguma nação europeia há mais de 6 meses. Com este tipo de passe, as viagens são ilimitadas, basta escolher os países e os dias.

Os preços variam dependendo de quantas zonas forem escolhidas e do tempo em que o ticket vai ser utilizado. Com o Inter Rail, o viajante pode embarcar na maioria dos trens na segunda classe, e às vezes é necessário pagar um suplemento para utilizar os de alta velocidade como o TGV, na França; o Inter City, na Itália; o Eurostar, no Reino Unido, entre outros.

E se o plano não é cruzar tantas fronteiras, mas sim conhecer várias cidades em um único país, o Eurodominio Pass pode ser uma boa. Esse ticket pode ser utilizado em um dos 25 países da Europa e Norte da África, por 3 a 8 dias, durante um mês.

E como última dica, fique de olho nos descontos que a maioria de todos esses passes de trem oferecem em hostels, museus, travessias em ferry, etc. E se as viagens forem feitas em grupo, com mais de duas pessoas, é mais barato comprar um saver pass, que dá 15% de desconto.

Nesta página dá para baixar mapas de algumas estações de trem da Europa. http://www.raileurope.com.br/plan-your-trip/rail-stations-maps/ 

Bus pass
Se o viajante tem tempo sobrando e a grana está curta, percorrer os países europeus de ônibus pode ser uma opção econômica. Mas prepare-se para passar muitas horas sentado em veículos nada confortáveis. A maioria dos ônibus de viagem na Europa se parecem aos convencionais do Brasil, não espere nenhum leito por lá.

Foto: Euroline

As opções mais conhecidas são o Euroline Pass e o Bus About. Com o Flexitrip, do Bus About, a pessoa escolhe o número de cidades que deseja visitar e também pode comprar “extra stops” ao longo do caminho. Outra alternativa é o The Loop, com esse passe dá para escolher entre as regiões sul, norte ou oeste da Europa, em uma rota pré-determinada. O detalhe é que com esse ticket só é possível parar em cada cidade somente uma vez.

A Eurolines utiliza um sistema diferente. Com o ticket Euroline Pass, o passageiro decide por quanto tempo quer viajar, 15 ou 30 dias e sem limite de vezes pelas por 43 cidades europeias. Outra vantagem é que o roteiro pode ser feito em cima da hora, só é preciso escolher o ponto de partida.