Restaurantes “secretos” em Buenos Aires

Restaurante a portas fechadas buenos aires

Hoje o jantar é na casa de alguém que não conheço. Chego ao lugar, não vejo nenhuma placa, mas mesmo assim toco a campainha, espero a confirmação e logo depois, a porta se abre e a surpresa aparece, é um restaurante a portas fechadas.

Uma tendência que chegou a Buenos Aires há cerca de 7 anos e parece que veio para ficar. No começo eram poucos, hoje há cerca de 40 estabelecimentos nesse estilo. São chefs, cozinheiros, sommeliers e amantes da cozinha que decidiram abrir as portas das suas casas para receber clientes e amigos para jantar.

A proposta não é somente fazer uma refeição, a ideia é compartilhar sem pressa um jantar com toque gourmet em algum lugar aconchegante. Nesses restaurantes, às vezes as mesas são compartilhadas com estranhos, e o lado bom disso é que no fim da noite, alguns viram até amigos. O conceito desses lugares é parecido, mas cada um se destaca por uma proposta diferente.

Para conhecer um desses restaurantes é preciso fazer a reserva antecipadamente por telefone ou email. Alguns divulgam o menu antecipadamente e outros oferecem sistema a la carte. As propostas são variadas e as opções tentadoras: menus criativos, comida regional, vegetarianos, de carnes especiais, tem para todos os gostos e bolsos. Por isso, se você está pensando visitar Buenos Aires, saia da mesmice e aposte nessa particular e divertida experiência.

Jueves a la mesa (San Telmo) 
www.juevesalamesa.wordpress.com
juevesalamesa@gmail.com
telef. 0054-11-6200-0004

A professora de ioga Megan Lewis e a artista Sofia Madriz, se deram conta de que a capital argentina não contava com muitos restaurantes vegetarianos. Por isso, decidiram juntar a paixão que tinham pela cozinha com o hábito de criar pratos diferentes. Há três anos, as duas sócias começaram no turístico bairro de San Telmo, o projeto Jueves a la mesa, um restaurante a portas fechadas que por enquanto recebe clientes somente às quintas-feiras.

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

Restaurantes a portas fechadas em Buenos Aires

De dia, o apartamento é simples e a cozinha até parece pequena. De noite, tudo se transforma e a mesa que não é muito grande muda de cara e recebe 14 comensais que jantam confortavelmente à luz de velas. Os convidados se deliciam com pratos exclusivamente vegetarianos, um pouco apimentados e étnicos. “Fazemos comidas saudáveis e apetitosas. São opções diferentes, mas com os mesmos ingredientes de sempre. Percebi que os argentinos tem uma culinária bem básica e muitas vezes eles não aproveitam as frutas e os vegetais que têm aqui”, explica a americana Megan.

Os jantares são sempre temáticos: japoneses, mexicanos, tailandeses, entre outros. E o cardápio muda a cada duas semanas. A especialidade consagrada pelos clientes mais assíduos é a sobremesa, um prato de frutas com chocolate amargo e calda exótica, preparado por Megan. O menu (com bebida incluída) custa 100 pesos (cerca de R$45) e inclui entrada, sopa, prato principal, sobremesa e chá de gengibre.

La Cocina Discreta (Villa Crespo) 
www.lacocinadiscreta.com
contact@lacocinadiscreta.com
telef. 0054-11-4772-3803

Um longo corredor leva até a última porta desse edifício onde, literalmente, se esconde La Cocina Discreta, no bairro de Villa Crespo. Ao entrar, um golpe visual; paredes decoradas, fotos em exposição, cozinha ao fundo, um pequeno pátio e uma sala com algumas mesas pequenas compõe o cenário desse acolhedor lugar. Quem visita esse restaurante não só degusta uma refeição, experimenta também um deleite de sentidos; gustativo, auditivo e visual.

O criador do espaço é o chef argentino Alejandro Langer, que também e fotógrafo. Por isso, ele também aproveita as paredes da casa para expor seus trabalhos. “A ideia é fazer algo diferente do convencional. Durante o jantar, seleciono música independente e fora do circuito comercial. Quem vem aqui sente esse clima mais intimista e personalizado”, revela.

O menu servido ali é argentino. Os carros-chefe são o medalhão de filé mignon, e de sobremesa, pavlova, um creme gelado, com frutos vermelhos, suspiro e frutas. O jantar sai por 130 pesos (ao redor de R$57, sem bebida), e inclui uma entrada, prato principal e sobremesa.

The Argentine Experience

É uma outra experiência bem diferente. Não chega a ser um restaurante a portas fechadas, porque o evento acontece todos os dias da semana e porque o lugar costuma ficar bem cheio, principalmente de brasileiros. Pra quem gosta de uma boa carne, diversão e buena onda. Eu garanto que você não sai de lá com fome e sem dar boas risadas. Conto tudinho como é a proposta do Argentine Experience, neste post aqui.

Churrasco 5 estrelas

steak by luis

 

No estilo dos restaurante a portas fechadas, o Steak by Luis, oferece a experiência de comer muito bem, conhecer outros viajantes e passar uma noite diferente em Buenos Aires. Os passos a seguir são; se inscrever pela internet, esperar o endereço chegar no seu email e aparecer por lá na hora marcada. O resto fica por conta do anfitrião.

O evento é um jantar de 5 passos, maridado com 5 vinhos. Como não sorrir com uma proposta dessas? Na noite que fui, 10 pessoas participaram do jantar. Como a ideia é manter esse perfil de ¨casa da gente¨, o Luis avisa que recebe no máximo 30 convidados por noite.

*Os preços foram repassados no momento em que escrevi este post. Os valores estão sujeitos a alteração.

 

3 Comments

Comments are closed.