Lugares tranquilos para visitar em Buenos Aires

Museu larreta
O jardim do Museu Larreta é um magnífico lugar para descansar.
EBuenos Aires, no meio de uma cidade grande com tanta gente, buzinas, carros, crianças que saem empolgadas da escola, vendedores ambulantes à espera do próximo cliente, as eternas filas que os aposentados enfrentam nos bancos lotados, ambulâncias que correm de um lado pro outro, tudo isso e muito mais, às vezes, entorpece meus ouvidos aqui. Por isso gosto de procurar lugares tranquilos para descansar a mente, ler um livro ou simplesmente sentar e apreciar o silêncio. Para quem curte esses momentos prazeirosos, há dois lugares na capital portenha que eu gosto muito.

O Museu Larreta (Calle Juramento, 2291), no bairro Belgrano, esconde um jardim gostoso e simpático, em meio ao agito comercial do bairro. Com muitas árvores, um pequeno chafariz (fonte dos sapos), o jardim em estilo andaluz tem caminhos laberínticos, flores e diversos tipos de plantas. Destaque para o ginko biloba, ombú e os clássicos pés de laranja, algo que nunca falta em um jardim espanhol.

Além disso, na parte de dentro o pequeno museu expõe objetos que pertenceram ao escritor argentino Enrique Larreta; pinturas e peças decorativas, da época renascentista espanhola, dos séculos XIX e XX.

Serviço: A entrada custa $2. Aberto de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h; sábados e domingos, das 10h às 20h. www.museolarreta.buenosaires.gob.ar

Outro lugar para ler um livro e pensar na vida é o jardim da Biblioteca Nacional (Calle Aguero, 2502), no charmoso bairro de Recoleta. Ao subir as escadas, encontramos vários bancos ao redor de um pequeno chafariz, que convidam para um descanso. Ao lado também há um restaurante e uma grande estátua do Papa João Paulo II.

Biblioteca nacional
Os bancos e o chafariz da Biblioteca Nacional, dão um toque de charme ao edifício.

Serviço: Aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h; sábados e domingos, do meio-dia às 19h. Para entrar na biblioteca é preciso apresentar um documento de identidade. www.bn.gov.ar

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *