Tudo sobre voos low cost

low cost

Graças às companhias low cost, que começaram a pipocar pelo mundo afora, viajar de avião já não é algo tão caro como antigamente. Essas empresas são realmente uma mão na roda para viajantes e mochileiros que preferem economizar nas passagens aéreas. Porém, às vezes algumas ofertas tentadoras podem esconder pequenas armadilhas no preço final da passagem. Fique de olho para não cair numa dessas.

Extras

A Ryanair, a maior compahia aérea de baixo custo da Europa, é famosa por fazer campanhas de marketing engraçadas, atrevidas e por ter excelentes preços, mas suas ofertas também têm algumas desvantagens. Quando compramos passagens com essas empresas, temos que prestar atenção no preço final do bilhete.

Muitas não incluem as taxas dos aeroportos, cobram extra por pagar com determinados cartões de crédito, e quem quiser despachar bagagem também paga a mais por isso.

Na época em que eu morava na Europa, eu era uma viciada em procurar voos pela internet. Quando tinha três ou quatro dias livres, lá ia eu buscar ofertas. Mas se a diferença entre uma low cost e uma tradicional era pouca, pensava duas vezes antes de decidir com qual viajar.

Geralmente, nessas companhias os preços são mais baixos, mas também é preciso levar em conta o desconforto de sentar em poltronas que não reclinam, ter que pagar até por um copo de água, disputar espaço com gente na fila que quase te atropela pra sentar nas primeiras poltronas, entre outras cositas não muito agradáveis.

No caso da Ryanair, por exemplo, esqueça que você vai conseguir dormir durante a viagem. Muitas vezes os aviões da companhia irlandesa mais parecem uma feira. As aeromoças passam todo o voo vendendo bebidas, lanches, artigos de viagem, perfumes, e até raspinhas para ganhar prêmios, e quando você pensa que finalmente vai tirar um cochilo, elas começam tudo de novo.

Ryanair
Foto: This is Money

Uma amiga espanhola lembra que uma vez, durante um voo com uma companhia low cost, ela começou a passar mal quando o avião aterrisou. Ela me contou que enquanto as aeromoças a atendiam, ela ouvia este diálogo lá no fundo:
Aeromoça 1: – Acho que precisamos dar algo doce pra ela beber, a pressão está baixa. Vou pegar uma coca-cola.
Aeromoça 2: – Sim, mas fazemos a vista grossa e não cobramos o refrigerante dela, né?
“Eu ali passando mal e as aeromoças vendo se me cobravam a coca-cola ou não. Eu não me sentia bem nem pra ficar em pé, imagina se podia procurar moedas. Essas companhias são fogo”, conta Carolina.

Ticket impresso

Também lembro, com muita raiva, de um episódio onde uma viagem com a Ryanair, de Madri a Roma, saiu bem mais cara do que eu pensava. Não tive tempo de imprimir o bilhete eletrônico antes e quando cheguei ao aeroporto levei uma bela surpresa; tive que desembolsar 40 euros por uma mísera folha de papel.

Conselho, imprima sempre o ticket antes de sair de casa e fique de olho em fazer isso, pelo menos, 4 horas antes da partida do voo. Nesse caso, a minha economia saiu cara no final.

Check-in

Isso também vale para o check-in, faça sempre que puder on-line, com até 4 horas de antecipação. Algumas empresas cobram a mais se você resolver fazer isso diretamente no balcão do aeroporto.

Bagagem

Um detalhe suuuper importante é checar antes de comprar o bilhete qual é o tamanho e o peso da bagagem permitida. As low cost não costumam colocar esse valor no bilhete e depois vem a facada no final. Além disso, essas companhias são muito exigentes nesse quesito; a mala é um pouquinho maior ou pesa um pouco mais, esqueça, vai ter discussão na hora de entrar no avião e provavelmente você tenha que despachar e pagar mais por isso.

Uma vez viajei com a minha mãe de Roma a Madri e ela estava com dois casacos grandes na mão. Acreditem se quiserem, ela foi obrigada a vestir um em cima do outro pra não ter que pagar ¨excesso¨, já que a Ryanair só permite uma bagagem e um casaco hehe.

Serviço de bordo

Se você não quer desembolsar um absurdo por um sanduíche e um refrigerante nesses voos, lembre-se de comprar alguma coisa antes porque os preços das low cost costumam ser bem salgados. Eles cobram até mesmo por um copo de água 🙁 E algumas cobram até pelo fone de ouvido. Oh yes!!

Aeroportos

Ah, outro detalhe, confira em que aeroporto as companhias low cost aterrisam. Muitas vezes elas pousam em aeroportos menores e o acesso até o centro da cidade pode custar mais do que você planeja. Também fique de olho se a passagem permite troca de dia ou de nome do passageiro e quanto cobram por esse serviço.

Buscadores

Muitas vezes os buscadores famosos não incluem as low cost, por isso vale a pena saber quais companhias fazem o trajeto que você quer fazer e procurar diretamente no site de cada empresa.

Viajemos!

Apesar desses inconvenientes, eu recomendo viajar com essas empresas, principalmente para quem quer gastar pouco e conhecer muitos lugares, desde que o viajante saiba que está comprando passagens mais baratas em troca de muitas restrições. Ou seja, dá pra viajar mais com pouca mordomia, em troca de conforto e algumas ¨regalias”.

E para os que se empolgaram com a ideia, aí vai uma lista de algumas low cost em vários países. E aqui tem uma lista com todas as low cost do mundo. Se você conhece outras e quer compartilhar a sua experiência com a gente, estamos ansiosos pra saber!

low cost
Arte: Air Malaga.

África do Sul
Mango
Kulula

Alemanha
Air Berlin
German Wings

Áustria
Fly Niki

Espanha
Vueling (é uma das minhas preferidas das low cost)

EUA
Spirit
JetBlue

Holanda
Transavia

 

México
Viva Aerobus
Volaris

Polônia
Central Wings

Reino Unido
Easy Jet
Ryanair
BMI Baby
Flybe

7 Comments

  • Pessoal, voces tem razao. Por duas idas a europa eu usei o serviço low cost. Uma pela Raynair e outra pela Easyjet. Confesso que não vi tanta difernça assim de algumas companhias aqui do Brasil, como por exemplo a extinta webjet. Recomendo a todos que usem. É mais em conta e ao final voce curti mais a viagem do que usar onibus e até trem, pois sobra mais tempo.

  • Prezada Lucília,

    Boa tarde! Irei fazer uma viajem Paris -> Roma -> Paris com minha esposa (em janeiro) pela easyjet, vou adquirir o direito de levar a bagagem (20 Kg) porém tenho uma dúvida: Essa taxa paga, sabe se é por trecho ou pela viajem completa (ida e volta)?

    Desde já agradeço a ajuda.

    Muito obrigado.

    Arlen Barros

    • Olá, Arlen

      É melhor vc checar com a Easy Jet mesmo, mas tenho quase certeza de que essa taxa é por trecho. Eles adoram cobrar tudo. No futuro acho que até pra respirar teremos que pagar 🙂 Boa viagem e curta muito suas férias.

  • Oi Lucila, vim retribuir sua visita. Qto às lowcost, eu também uso muito e sinceramente, não acho que sejam pegadinhas, não. Como eu disse no post que fiz sobre a Easyjet, está tudo escrito! Todas as “cláusulas” do contrato estão bem claras. O Check in on line, o limite da bagagem de mão, se a tarifa está com ou sem taxas, e o aeroporto de destino. O problema é que as pessoas só pensam na economia, e não se dão ao trabalho de ler. Já vi muita perua que se acabou nas compras reclamando que a bagagem não cabia, hehehe!

Comments are closed.