Museu dos Beatles em Buenos Aires

beatles

Quem disse que pra ver coisas dos Beatles tem que ir até Liverpool? Aqui pertinho, em Buenos Aires, tem o único museu do grupo britânico de toda América Latina. São mais de dois mil objetos, que fazem a alegria de qualquer fã ou curioso, como eu.

Discos, autógrafos, fotos, pôsters, cheques assinados pelos artistas, brinquedos, roupas, fitas cassete, perucas, e centenas de objetos curiosos, como uma caixa de camisinhas com o desenho do John Lennon e da Yoko Ono. No museu tem até mesmo um tijolo original do antigo The Cavern Club, que foi demolido em Liverpool. Assim como uma lajota do orfanato Strawberry Fields, que inspirou a canção Strawberry Fields Forever.

beatles

O tijolo original do The Carvern Club
Tijolo original do The Carvern Club

O argentino Rodolfo Vazquez é o que a gente pode chamar realmente de um beatlemaníaco. Há 30 anos, ele coleciona qualquer coisa que tenha a ver com o grupo britânico. Essa história começou quando ele conseguiu um autógrafo do John Lennon em Nova York, em 1981. Esse foi só o primeiro item. A partir daí a coisa começou a ficar séria, e o que antes era um hobby, virou negócio. “Antes eu me considerava um juntador de coisas, agora sou um colecionador”, conta.

O colecionador Rodolfo Vazquez
O colecionador Rodolfo Vazquez

Na sua casa ele tem cerca de 8 mil objetos dos Beatles, e no museu há 2 mil em exposição. Não é à toa que o Rodolfo entrou duas vezes no Guinness, por ser o maior colecionador de objetos dos Beatles do mundo. E a sua coleção continua crescendo. Vazquez diz que antigamente ele juntava qualquer coisa que tivesse o nome do grupo, mas que hoje em dia ele escolhe melhor. “Penso sempre se vai interessar ter determinada peça no museu e se as pessoas vão gostar. Já não compro só por ter”, conta.

Outra coisa legal é que a sua coleção também se deve, em parte, a doações que ele recebe. Volta e meia alguém dá de presente algum objeto relacionado com os Beatles pra ele. Uma vez um turista brasileiro deu um álbum completo de figurinhas do grupo britânico. “Me dizem que faz mais sentido estar comigo, porque sabem que vou cuidar bem do material e também porque posso mostrar aqui no museu”, explica.

beatles
Capa de discos dos Beatles

beatles

Os Beatles nunca chegaram a tocar na Argentina, mas a paixão de Rodolfo pelo grupo é imensurável. Todos os anos ele organiza uma competição latino-americana para escolher a melhor banda cover dos Beatles, e o ganhador participa de um festival em Liverpool.

Há poucos museus dedicados aos Beatles no mundo. Tem um em Liverpool, e tinha outro na Holanda, que já fechou.

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

beatles beatles

Através da fama que foi conquistando ao longo dos anos, pelo tamanho da coleção e pela sua paixão pelo grupo, Rodolfo conseguiu realizar outro sonho; conheceu o Ringo Star pessoalmente. “Ele veio pra Buenos Aires em 2011, me agradeceu por manter a imagem dos Beatles viva através do museu. Fui no show e tirei uma foto com ele”, conta emocionado.

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

Certificado do Guinness e Rodolfo com Ringo Star
Certificado do Guinness e Rodolfo com Ringo Star

Além do museu, justo ao lado, Rodolfo também construiu uma sala de teatro, e dois bares temáticos, um tem música ao vivo diariamente. O museu dos Beatles fica dentro do complexo Paseo la Plaza, um lugar gostoso que tem várias salas de teatro e restaurantes e vale a visita.

beatles

Serviço: Museu dos Beatles. Avenida Corrientes, 1660. Aberto de 2f a sábado, das 10h às 24h; sábados e domingo, das 17h às 24h.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *