Casa Rosada – visita guiada

casa rosada

Um dos cartões postais mais famosos de Buenos Aires é sem dúvida a Casa Rosada, sede do governo nacional. Talvez seja pela curiosa cor do edifício, pela sua localização ou por qualquer outra razão. Sempre que alguém vem me visitar, pede pra ir até a Plaza de Mayo para tirar uma foto na frente. Outro dia descobri que dá pra conhecer a Casa Rosada por dentro em uma visita guiada gratuita bem interessante e lá fui eu.

casa rosada

Foi engraçado descobrir que o interior do prédio não é todo cor de rosa. Me encantei com um chão de mosaicos coloridos, vitrais pintados à mão, móveis antigos luxuosos, esculturas de mármore, etc. E o ponto alto foi sair na sacada presidencial e ter a emblemática Plaza de Mayo aos meus pés.

Durante a visita guiada, que dura cerca de uma hora, fiquei sabendo que na verdade a Casa Rosada são dois edifícios unidos por um arco. A primeira construção, que foi quase toda demolida, serviu como fortaleza. Em 1884, o arquiteto italiano Francesco Tamburini uniu os dois prédios. A guia também contou que somente um presidente chegou a viver ali, o Roque Saénz Peña, de 1910 a 1914. Todos os outros mandatários argentinos só utilizaram o lugar para trabalhar.

Os visitantes não chegam a conhecer toda a Casa Rosada, mas dá pra ter uma boa ideia de como ela é por dentro ao passar por vários salões e ouvir histórias curiosas como a da presidente Cristina Kirchner que não sobe escadas quando vai ao seu despacho. Ela usa esse elevador chique, com direito a banquinho e espelho grande, um presente dado pela Espanha, em 1910.

Sobre a cor do prédio existem várias versões. Alguns dizem que o tom rosa foi escolhido pelo presidente Sarmiento que quis representar simbolicamente a união de dois partidos políticos que protagonizaram as terríveis guerras civis na metade do século XIX.
O branco era usado pelos unitários, e o vermelho pelos federais. Misturando as duas cores, se chega ao cor de rosa. A outra versão, essa é a que contam na visita guiada, é que o tom veio da mistura de cal e sangue bovina, que antigamente era utilizada para pintar, por se fixar bem às paredes.

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

casa rosada

Logo na entrada, já me dei conta do luxo quando me deparei com grandes escadas de mármore, que se chamam Itália e França. Em seguida, conhecimos o Pátio das Palmeiras, um lindo lugar com um chafariz grande. Esse pátio foi inspirado nos palácios italianos da época do Renascimento.

Também passamos pelo Salón de la Mujer, uma sala que homenageia as mulheres argentinas que fizeram história no país. Nas paredes tem fotografias da cantora Mercedes Sosa, da escritora Alfonsina Estorni, e uma figura que não poderia faltar, a Eva Perón, entre outras mulheres. Essa é a sala onde a presidente Kirchner grava seus discursos e faz coletivas de imprensa.

casa rosada casa rosada

Depois, foi a vez da galeria de Ídolos Populares, um dos lugares que mais gostei. São vários corredores com fotografias montadas em murais iluminados. Neles podemos ver atores, atletas, bailarinos, entre outras personalidades do mundo artístico argentino. São vários painéis ao longo de dois corredores. E antes que você se pergunte, sim o Messi e o Maradona estão lá, é claro.

Ídolos populares
Galeria de ídolos populares

O tour também percorre o Salón de los Centíficos, que tem fotos dos três cientistas argentinos que receberam o Prêmio Nobel de Ciência; Bernardo Houssay, César Milstein e Luis Leloir.

casa rosada

No Salón Norte, mais conhecido como Salón de los Acuerdos, por conta das reuniões e dos acordos feitos ali, tem uma grande mesa de estilo vitoriano, feita em 1949, e muitos microfones.

Um dos pontos altos da visita é a passagem pela sacada da Casa Rosada. Quem nunca sonhou em estar no lugar de um presidente e ver toda aquela multidão reunida lá embaixo aplaudindo? Nesse passeio dá pra ter essa ideia quando se pisa no grande balcón, que tem uma vista inteira da Plaza de Mayo.

casa rosada

Outro lugar que me impressionou foi o Salón Blanco e o seu mega lustre. No teto, uma pintura sobre tela feita em 1910 homenageia o Centenário da Revolução de Mayo e a independência do país.

Salón Blanco
Salón Blanco

casa rosada

Já na parte de baixo, a visita termina na Galeria de los Bustos. Os bustos de antigos presidentes ficam no Hall de Honra. Essa é a entrada utilizada pelos mandatários que visitam o local.

Ah, também visitamos o despacho da presidente, mas como é proibido tirar fotos, não posso mostrar aqui. Segundo a guia, por razões de segurança. Well, well.
Bom, eu curti a visita, só achei que as explicações foram rápidas demais. Como quase sempre eu ficava por último pra tirar fotografias, acabei perdendo algumas informações. Para ser melhor ainda, o tour deveria durar um pouco mais e ser mais devagar. De resto, recomendo o passeio.

Esplanada de acesso dos presidentes que visitam a Casa Rosada
Esplanada de acesso dos presidentes que visitam a Casa Rosada

Como chegar
A Casa Rosada fica no centro portenho (Calle Balcarce, 50). Vários ônibus passam perto; 5, 9, 24, 50, 111, 102, entre muitos outros. Qualquer coisa pergunte se o ônibus para próximo do Correio Central ou passa pela Avenida Alem. Quem quiser ir de metrô, deve pegar a linha D e parar na estação Catedral. Outra opção é pegar a linha A e descer na estação Plaza de Mayo.

Serviço
A visita guiada é gratuita e acontece só nos fins de semana e feriados, das 10h às 18h. É preciso reservar uma data e horário pela internet, https://visitas.casarosada.gob.ar, através desse site. Atenção, a reserva só pode ser feita até 15 dias antes da visita. No dia do tour tem que levar o seu documento ou passaporte e o papel impresso da reserva.
A visita dura cerca de uma hora.

6 Comments

  • Ótima dica! Estivemos na capital porteña há alguns meses, mas não tivemos a oportunidade de fazer tal visita! Pelas fotos, percebo que perdemos um ótimo passeio… vai ficar para a próxima!

    De qualquer forma, temos alguns relatos de nossaviagem barata para Buenos Aires lá no blog… se quiserem conferir, estão convidados!!

  • Hola Annika
    Gracias por la visita y me hace feliz que te guste el blog. Sí, una pena que ahora no te dejen sacar más fotos del despacho de la presidente, porque a mucha gente le gustaría ver como es adentro. Volvé siempre a leer los posts! Un abrazo.

  • Hola Lucila,
    calculo que entendés español, no soy capaz de escribirte en portugués por más que pueda leer tu blog. Encontré tu blog por mi novio que si mal no recuerdo te conoció en Madrid hace un par de años en alguna reunión de CS.
    Sólo quería decir que me gusta mucho tu blog y esto me hizo extrañar a Buenos Aires. Visité la Casa Rosada un par de veces y en 2010 todavía te dejaban sacar fotos en el despacho de Cristina 🙂

  • Oi, Fernanda
    Pois é, pouca gente sabe que dá pra visitar a Casa Rosada e que é de graça. Recomendo que da próxima vez que vc for a Buenos Aires, dê uma passada lá. Vale a pena! Um abraço.

  • Legal! Aqui em casa já fomos meia dúzia de vezes pra Buenos Aires e ninguém fez esse tour ainda! hehehe Acho que na 1a vez que fomos não estava acontecendo ai dps desencanamos de fazer os passeios turísticos rs. Ficamos + preocupados em curtir, comer, etc.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *