Tartaruga gigante de Galápagos

santa cruz galapagos

Pra quem curte natureza, bichos estranhos e brisa do mar, Galápagos é o lugar! Imagina uma praia onde não tem gente vendendo nada na areia, construções, esgoto a céu aberto e galera ouvindo som alto. Galápagos é sinônimo de caminhar pelas ilhas e dar de cara com iguanas, leões-marinhos, tartarugas gigantes e centenas de aves o tempo todo. Algo como se sentir um explorador sem nunca ter estudado biologia marinha ou coisa que o valha.

santa cruz galapagos

Eu mesma, que não sou uma super “animal lover”, fiquei horas admirando os voos rasantes de pelicanos que procuravam suas presas no mar, tentei adivinhar o que os leões-marinhos diziam uns aos outros entre rugidos, e achei muita graça no som que as tartarugas emitem quando se assustam e escondem todo o corpo dentro da carapaça. Galápagos é isso, uma descoberta atrás da outra!

bannergalapagos

 

Tartarugas
Todo o arquipélago, que é composto por dezenas de ilhas pequenas e 13 principais, é uma Reserva Mundial da Biosfera. A de Santa Cruz é a porta de entrada principal desse incrível paraíso equatoriano.

Uma das maiores atrações de Galápagos são as tartarugas gigantes. Antigamente, era fácil encontrar esses bichões por todas as partes, mas graças aos piratas que costumavam comer tartarugas, elas foram desaparecendo. Hoje em dia, para evitar a sua extinção, as ilhas contam com centros de reprodução, como o Centro de Pesquisa Charles Darwin, em Santa Cruz.

Aprendi que o filhote nasce macho ou fêmea, dependendo da temperatura em que o ovo for chocado na estufa. As tartarugas passam cerca de 5 anos nos centros até atingirem tamanho suficiente para se defenderem de seus predadores. Só depois é que elas são soltas para viver em liberdade. Além disso, no centro dá pra ver iguanas terrestres amarelas.

Para quem preferir ver as tartarugas em seu habitat natural, recomendo uma visita à Fazenda Primicia (na parte alta da ilha). Esse lugar fica a uns 25 quilômetros do centro. A entrada custa US$3 e você recebe um pequeno tour com explicações sobre os costumes desses animais e pode tirar várias fotos com elas. Fiz esse vídeo curtinho pra mostrar o tamanho que algumas podem alcançar. É incrível!!

Além disso, nessa mesma fazenda tem um túnel de lava de 400 metros de comprimento. Dá pra passar por dentro do túnel, que tem cerca de 4 metros de altura. As Galápagos estão ligadas ao interior da terra por um “hot spot”, uma fissura na crosta terrestre. Por conta disso, em quase todas as ilhas há vulcões, alguns ainda ativos.
santa cruz galapagos

Praia
Outra atração de Santa Cruz é a famosa praia Tortuga Bay. Pra mim, é a praia mais linda de Galápagos. Pra chegar lá tem que caminhar uns 40 minutos por uma trilha de pedras (tipo asfalto) com vegetação e cáctus aos lados. Aconselho fazer esse trajeto de manhã cedo ou depois das 15h. O sol ali bate muuuuito forte. A caminhada pode ser um pouco cansativa, mas vale muito a pena. A areia branca, o mar transparente e os peixinhos nadando compõem um cenário perfeito.

santa cruz galapagos

A primeira praia é a brava. Os guias aconselham a não tomar banho ali por causa da correnteza, mas é só caminhar mais uns 10 minutos pra chegar na mansa e se deleitar com o visual tipo praia caribenha. A diferença são os mangues, que dão um pouco de sombra e ajudam a fugir do sol forte.

A praia tem esse nome porque as tartarugas marinhas vivem ali. Durante o dia quase não dá pra vê-las. Bom, eu não vi nenhuma. Parece que é só no fim da tarde que elas saem da vegetação e vão pro o mar. Por isso, em toda a praia tem cordas que limitam os caminhos e proíbem os turistas de passearem por ali, pra que ninguém pise onde estão os ovos.

santa cruz galapagos

santa cruz galapagos
Por outro lado, dá pra ver dezenas de iguanas-marinhas em Tortuga Bay. Encontrei várias embaixo dos mangues, até achei que estava rolando alguma convenção de iguanas.

Eu amei essa praia virgem e a tranquilidade do lugar. Fiquei horas admirando a beleza natural. É bacana alugar um snorkel no centro de Santa Cruz pra curtir a vida marinha no mar. Dica, leve água e alguma coisa pra comer, porque não tem absolutamente nenhum lugar pra comprar nada na areia, ainda bem. Natureza 100% pura, quase sem interferência do homem. Coisa raríssima de se ver hoje em dia!

santa cruz galapagos

Mercado de peixes
Uma das coisas que mais gostei de fazer em Santa Cruz foi visitar o mercado de peixes. De manhã cedo os barcos trazem uma variedade imensa de frutos do mar e peixes exóticos, e fazem a festa de aves, pelicanos e leões-marinhos. É muito legal ver como esses bichos fazem qualquer coisa para driblar os vendedores e “pescar” algo pra encher o bucho.

santa cruz galapagos

santa cruz galapagos

santa cruz galapagos

Na mesma rua do mercado de peixes, a Charles Darwin, dá pra encontrar restaurantes bacanas, lojas de souvenir e até mesmo joalherias.

santa cruz galapagos

Chegada
O aeroporto de Santa Cruz fica a 40km de distância do centro da cidade (Puerto Ayora) e esse é a principal porta de entrada. Na verdade, ele fica em outra pequena ilha (logo em frente), que se chama Baltra.

Quando os viajantes desembarcam no aeroporto, eles devem pegar um ônibus que as companhias aéreas disponibilizam de graça até o embarcadouro. Esse trajeto não dura mais do que 10 minutos. Depois tem que pegar um barco que atravessa os passageiros até a ilha de Santa Cruz mesmo (US$0,80). São só 5 minutos de travessia, é bem pertinho mesmo. E pra chegar ao centro da ilha, que é onde fica a maioria dos hotéis, há duas opções; pegar um ônibus normal (branco e azul), que custa US$1.80 ou pegar um táxi (US$20). Eu fui de busão mesmo e achei o preço ótimo, o único problema é que ele só circula em determinados horários e são poucos, mas pelo preço compensa muito, principalmente porque demora o mesmo tempo que um táxi.

Acomodação
Quem pensa que em Galápagos só tem hotel de luxo está enganado. O que mais tem por lá são hostels e pensões modestas. Eu fiquei 3 dias hospedada no Hotel España e adorei; o lugar é super limpo, os quartos têm banheiro e ar condicionado, e o atendimento é excelente. Eu paguei US$28 por um quarto individual (sem café da manhã). A única coisa ruim é que não tem wifi nos quartos, só na recepção. Em temporada baixa, rola tentar um desconto. O hotel fica bem perto do porto, de onde chegam as lanchas das outras ilhas. Recomendo muito este lugar pelo preço x benefício.

santa cruz galapagos

 

Quer saber mais sobre Galápagos? Escrevi estes posts também:

– Descobrindo Galápagos (várias dicas)
– Como é voar com a Aerogal
– O que fazer na Ilha Isabela
– Leão-marinho de San Cristóbal

2 Comments

  • Oi Luciana. No guia tem muita informação sobre as 4 ilhas habitadas (Sta. Cruz, Isabela, S. Cristobal e Floreana). Sobre as outras ilhas tmb tem informação, mas o foco principal está nessas 4, que são as mais visitadas. Tem tmb uma sugestão de roteiro de 7 dias no guia. Além disso, tem vários posts que escrevi sobre Galápagos aqui no blog. Qualq. coisa deixe outro comentário com as suas dúvidas. Abraços.

  • Boa noite, Lucila!
    cheguei até aqui pelo blog do Ricardo Freire. Estou querendo ir a Galápagos em Outubro e estou super em dúvida sobre quais ilhas devo visitar, como ir, onde ficar…vi que vc visitou 3 ilhas…o seu guia é sobre estas 3 ou vc tem informações acerca das demais? Vc se incomodaria de me ajudar com o roteiro? Obrigada, Luciana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *