Chapéu panamenho, descubra onde é fabricado

Se você acha que o chapéu panamenho é feito no Panamá, se engana! Bom, muita gente pensa isso, e não sem razão. Os sombreros de paja toquilla, como também são conhecidos, são feitos no Equador. Então, por que esse nome?

A história é interessante; durante a construção do Canal do Panamá, esse material foi enviado aos trabalhadores no Panamá, e quando a mercadoria chegava lá o pessoal carimbava com um selo local. Por conta disso, durante muito tempo, a origem foi confundida com a procedência, e é por isso que esses chapéus de palha branca são mais conhecidos como panamá hat.

Eu estive em Cuenca, no Equador, a maior cidade produtora desse tipo de chapéu, e visitei a fábrica Homero Ortega. Foi uma experiência interessante.

panama hat

Antes da colonização espanhola, os indígenas da costa já usavam um chapéu de palha, que era tipo uma toca. Como esse material é leve e resistente, era o preferido dos trabalhadores que passavam horas debaixo do sol forte do Equador.

Primeiros chapéus feitos de palha
Primeiros chapéus feitos de palha

A fábrica tem um museu que mostra todos os processos de confecção. Os chapéus são feitos com a folha da palmeira. Antes de secar, a palha é fervida em água, sal e enxofre, para ganhar flexibilidade. A técnica de trançado é ensinada de pai pra filho.

Engraçado descobrir que a cor original é meio amarelada, mas como o branco é o tom preferido, os chapéus passam por um processo de clareamento.

panama hat

panama hat

Também aprendi que quanto mais fechada (mais juntinha) estiverem as palhas, mais caro é o produto. Nessa fábrica, o chapéu mais barato custa US$20, e o mais caro, acredite se quiser, US$2 mil!!

Esse tipo de chapéu ganhou fama no mundo inteiro e várias estrelas do cinema já foram fotografadas com algum, como o gatíssimo Johnny Depp. Como eu não podia perder a chance, também tirei uma foto com o mesmo modelo de chapéu.

panama hat

A fama é tão grande que, em 2012, o chapéu panamenho foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Quem se interessar e quiser saber mais sobre a história desse produto, em Cuenca tem centenas de fábricas, que além de terem um pequeno museu, vendem esses chapéus e outros produtos feitos de paja toquilla.

panama hat
Conheci a cidade a convite da Fundación Cuenca, nesse que foi o primeiro blog trip organizado por eles.

Quer saber mais sobre Cuenca Também escrevi estes posts aqui:
– Cuenca, uma joia equatoriana
– Turismo comunitário
Parque Cajas

Se quiser saber mais sobre o Equador, tem vários posts aqui.