8 passeios grátis em B. Aires

buenos aires

Para conhecer um lugar nem sempre a gente precisa gastar muito dinheiro. Geralmente, as grandes metrópoles oferecem várias atividades interessantes e gratuitas, tanto para turistas como pra quem vive lá. Como eu moro na capital portenha há três anos, conheço vários pontos bacanas que quero compartilhar com vocês. Este post está recheado de programas legais de graça pra fazer em Buenos Aires. Espero que vocês também curtam tanto como eu esta bela cidade.

Jardim Botânico

jardiim botanico

Esse é um bom lugar pra descansar e ficar pertinho da natureza. O Jardim Botânico está bem cuidado, tem árvores e flores de vários continentes, além de muitas estátuas, cerca de 27, que dão um ar assim meio parisino ao jardim. Não deixe de ver a estufa de vidro e ferro em estilo “art nouveau”, que foi trazida diretamente da França em 1990.

Serviço: 
O Jardim Botânico fica na Av. Santa Fé, 3951. Abre de 2f a 6f, das 8h às 18h30; sábados, domingos e feriados, das 9.30 às 18h30. Os ônibus que param na frente são o 152, 39, 59, entre outros. A estação de metrô mais próxima é Plaza Italia. As visitas guiadas gratuitas em espanhol são feitas nos fins de semana e feriados, às 10h30 e às 15h. Mais informações, jardinbotanico.gob.ar

Casa Rosada

casa rosada

Um dos cartões postais mais famosos de Buenos Aires é sem dúvida a Casa Rosada, sede do governo nacional. O bacana é que dá pra conhecer o edifício com uma visita guiada grátis e assim ficar sabendo de anedotas interessantes, além de conhecer o despacho da presidente Cristina Kirchner.

Durante o tour, os visitantes passam por vários salões e escutam histórias curiosas como a da presidente Kirchner que não sobe escadas quando vai ao seu despacho. Ela usa um elevador chique, com direito a banquinho e espelho grande.

Serviço:
A Casa Rosada fica no centro, na Plaza de Mayo (Calle Balcarce, 50). Vários ônibus passam perto; 5, 9, 24, 50, 111, 102, entre muitos outros. Quem quiser ir de metrô, tem que pegar a linha D e parar na estação Catedral. Outra opção é pegar a linha A e descer na estação Plaza de Mayo.}
As visitas guiadas só acontecem nos fins de semana e feriados, das 10h às 18h. O tour é feito em espanhol e inglês. O tour dura cerca de uma hora e não é preciso reservar. Mais informações, presidencia.gob.ar/visitas-guiadas

Café Tortoni

tortoni
Foto: divulgação

Com 154 anos de história, o Café Tortoni é, sem dúvida, o bar mais conhecido da capital portenha e também o mais antigo. Ninguém menos do que Jorge Luis Borges, Carlos Gardel, Federico Garcia Lorca, entre muitos outros famosos sentaram nas suas mesas para apreciar o vai e vem de portenhos e turistas.

A especialidade desse tradicionalíssimo bar é a leche merengada, um sorvete com sabor parecido ao de baunilha. Todos os dias centenas de visitantes fazem fila do lado de fora para conhecer esse local cheio de história. Além de bebidas e refeições, durante a noite tem shows de tango. Confira aqui outros bares tradicionais de Buenos Aires.

Serviço:
O Cafe Tortoni fica na Avenida de Mayo, 825, no centro. Vários ônibus passam por ali, 9, 10, 17, 45, 56, 59, 64, 67, 70, 86, 91, 100 e 105. A estação de metrô mais próxima é Piedras (linha A). O bar abre de segunda-feira a sábado, das 8h às 03h30; domingos, das 8h à 01h. Mais informações, cafetortoni.com.ar

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

Tango

glorietabelgrano

Ir a Buenos Aires e não ouvir um pouco de tango não tem a menor graça, né? E por que não até mesmo arriscar uns passinhos? Quem procura algo bem autêntico, fora do circuito turístico, não pode perder aos sábados e domingos o tango da Glorieta de Belgrano. Todos os fins de semana dezenas de casais de todas as idades se embalam e se acompanham ao som de Carlos Gardel.

Serviço:
A glorieta fica no meio de uma praça mais conhecida como Barrancas de Belgrano (Calle 11 de Septiembre), entre as ruas Sucre e Echeverria, no bairro de Belgrano. O tango começa a partir das 19h. Vários ônibus passam por ali, entre eles o 59, 42 e 63. A estação de metrô mais próxima é a de Juramento (linha D).

Pasaje Lanin

lanin2

Pouca gente que visita a capital portenha sabe deste lugar, o Pasaje Lanín, uma verdadeira galeria a céu aberto. Essa é uma rua tranquila de três quarteirões onde quase todos os imóveis estão decorados com mosaicos e muita criatividade. É muito bacana ver essa rua toda colorida e enfeitada.

A ideia de decorar as fachadas foi do artista argentino Marino Santa María, que morava em uma dessas casas. Aos poucos, os moradores também se empolgaram e acabaram contribuindo com doações de azulejos. A técnica utilizada pelo artista é a do “trencadis”. Essa técnica cobre superfícies curvas com pedaços de cerâmica colorida, tipo mosaico. Ninguém menos que Gaudí utilizou o “trencadis” nas suas obras.

Serviço:
O Pasaje Lanín fica entre as ruas Brandsen e a Avenida Suárez, no bairro de Barracas. Os ônibus que passam por ali são o 25, 45, 79, 95, 100 e 134.

Papatour

papa
Pra quem quiser conhecer um pouco mais sobre a vida do papa argentino Francisco, uma boa pedida é fazer o tour papal. O “Papatour” é um ônibus que percorre vários bairros da capital portenha e lugares que marcaram a vida de Jorge Mario Bergoglio, o novo líder da igreja católica.

O tour sai da Basílica de Flores e em seguida passa pela frente da casa onde o papa morou com a sua família durante sua infância e adolescência. A casa fica na Calle Membrillar, 531, no modesto bairro de Flores. O ônibus só faz duas paradas, uma na Paróquia San José del Talar, também conhecida como Santuário da Virgem Desatanudos (desamarra nós), no bairro de Agronomia; e outra na Plaza de Mayo, na frente da Catedral de Buenos Aires.

Serviço:
O tour papal dura três horas, é gratuito e por enquanto é feito somente em espanhol. O papatour sai do bairro de Flores, da frente da basílica. O ônibus que vai do centro até lá é o 132, entre outros. A estação de metrô mais próxima é a San Jose de Flores (linha A). Os dias do passeio são aos sábados, domingos e feriados. Tem dois horários; 9h e 15h. Quem quiser participar deve mandar um e-mail com antecedência para circuitopapal@buenosaires.gob.ar e esperar a confirmação.

Cemitério Recoleta

Recoleta

No coração do aristocrático bairro de Recoleta fica um dos pontos turísticos mais visitados de Buenos Aires. Percorrer seus inúmeros túmulos, obras de arte e estátuas é realmente uma alegria para os olhos, apesar de se tratar de um cemitério. É uma delícia se perder pelos seus corredores, garanto que o passeio vale a pena.

Fundado em 1822, esse foi o primeiro cemitério da capital argentina. O lugar é muito grande, nada menos do que seis hectares. Muitas personalidades famosas, que fizeram parte da história política e social da Argentina, estão enterradas ali. Como é o caso da ex-primeira dama Eva Perón. Além dela, também descansam nesse lugar ao redor de 350 mil pessoas, entre eles 25 ex-presidentes do país.

Serviço:
O cemitério fica na Calle Junín, 1760, e abre diariamente das 7h às 17h45.
Também dá pra participar de uma visita guiada gratuita (em espanhol, inglês e italiano), que são feitas de terça a domingo. Para saber os horários clique aqui.

Feira de Mataderos

mataderos buenos aires
Quer um programa bem tradicional? Então não perca a tradicional Feira de Mataderos. Produtos típicos, ar de interior e cultura de campo é o que você encontra lá. Aos domingos dezenas de feirantes se reúnem nesse bairro afastado do centro portenho para um dia de festa. Tem de tudo, diversos produtos de campo, entre selas, ponchos, cuias, cintos, gorros, artesanato, souvenires e produtos comestíveis, como mel, salames, queijos, doces, tortas e muito mais.

Ali tudo tem gostinho caseiro. O bacana é chegar cedo, passear pelas barraquinhas, assistir um pouco de show folclórico e depois almoçar tranquilamente. Não deixe de experimentar o locro (uma espécie de feijoada feita com milho ou trigo, feijão branco e pedaços de porco), e as tradicionais empanadas.
Última dica, não vá sem dinheiro. Os produtos ali são bem mais em conta do que nas feiras turísticas de San Telmo ou Palermo.

Serviço:
Mataderos fica meio longe do centro, a 1h30 de ônibus da Praça Itália. A melhor opção e, também a mais econômica, é ir de ônibus. Desde a Praça Itália (perto do Zoológico e do Jardim Botânico), os ônibus 55 ou o 141 vão até lá.

Quer mais dicas sobre Buenos Aires? Aqui tem mais de 50 passeios para você descobrir e se divertir na capital portenha.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *