Zanzibar e suas portas talhadas

 

zanzibar (14)

Além de belíssimas praias e ótima culinária, essa ilha africana esconde outros tesouros que merecem ser explorados. Um deles é caminhar pelas estreitas ruazinhas de Stone Town (Cidade de Pedra) e apreciar as centenas de portas de madeira talhadas à mão que decoram as casas.

A Tanzânia está entre Moçambique e Quênia, na costa leste da África. Zanzibar, que pertence a Tanzânia, fica a cerca de 35km desse país, no Oceano Índico. O arquipélago que teve influência árabe, indiana, egípcia, e até mesmo portuguesa, guarda muitos segredos interessantes, basta caminhar tranquilamente e ter alma de explorador para descobri-los.

zanzibar (21)

 

Na época dos sultões, ter uma porta grande e muito decorada era sinal de status social na ilha. Atualmente, há mais de 700 portas talhadas à mão no arquipélago. É impossível passear pelas ruazinhas de Stone Town, centro de Zanzibar, e não reparar nelas.

Durante os dias que passei na ilha, uma coisa que me chamou a atenção foram as portas com metais pontiagudos. Isso veio da Índia, onde antigamente as portas tinham vários “espinhos” de metal para evitar que os elefantes entrassem nas casas. Em Zanzibar não há elefantes, mas esse costume chegou até lá e hoje é somente decorativo.

zanzibar (19)

Aos poucos, fui investigando e descobrindo o significado de alguns desenhos e figuras que apareciam várias vezes nas portas. Por exemplo, fiquei sabendo que já pelo formato da porta dá pra saber se tem origem indiana ou árabe; as de origem indiana tem os cantos superiores arredondados, enquanto que as árabes são retangulares e geralmente têm trechos do alcorão escritos.

zanzibar (16) zanzibar (20)

Zanzibar foi um polo importante de compra e venda de escravos e isso se vê refletido em suas portas. Algumas são decoradas com desenhos de correntes. Isso significava que a família estava protegida de maus espíritos, mas há quem diga que antigamente isso era sinal de que nessa casa havia escravos para vender. Outros desenhos que aparecem bastante são os abacaxis, que simbolizam que as pessoas são bem-vindas; os peixes representam a fertilidade; e as árvores, a prosperidade.

zanzibar (18)

Fora de brincadeira, dá pra ficar horas observando o trabalho minucioso feito nessas portas. Não é à toa que Stone Town, o centro de Zanzibar, foi declarado Patrimônio da Humanidade. Eu recomendo passear por essas ruas estreitas, visitar os bazares da cidade e deixar-se perder sem pressa pela ilha.

zanzibar (6)

zanzibar (8)

Ah, durante os passeios também descobri que ninguém menos do que Freddie Mercury nasceu em Zanzibar. E a casa onde o cantor britânico viveu pode ser visitada.

Festivais
E como se faltassem motivos para visitar esse lugar, em fevereiro rola o Festival Internacional de Jazz, e em junho, geralmente, o Festival Internacional de Cinema.

Quer saber mais sobre Zanzibar? Tem outros posts aqui:
Onde se hospedar na ilha
Spice tour, altamente recomendável
Como chegar e dicas sobre Zanzibar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *