Os 7 imperdíveis de Tandil

Participar de um blog trip é sempre muito divertido e também uma ótima oportunidade para conhecer lugares e atrações diferentes. Junto com o blogueiro argentino Esteban Mazzoncini, do blog Un viajero curioso, participamos do primeiro blog trip de Tandil.

Essa pequena cidade, que fica a 370 quilômetros de Buenos Aires, está cheia de atividades legais, muita natureza e ótima comida. Eu curti tanto essa viagem que resolvi fazer um post só com meu top 7 de lá!! Vai anotando ae!!

1. Andar em quadriciclo


Adoro quando faço alguma coisa pela primeira vez. E andar em quadriciclo foi uma das coisas que mais gostei de fazer em Tandil.

Como nunca tinha pilotado um antes, tivemos uma pequena aula de 10 minutos e várias explicações antes de partir para a aventura. Como já me sentia segura para pilotar, entramos no meio do mato, subimos montanhas, atravessamos pequenas poças de água e nos divertimos muito.

Adorei a sensação de estar nessa mistura de moto e bicicleta. Confesso que no começo senti um pouco de medinho, mas logo passou, e no final eu já nem queria descer do quadriciclo. Aproveitei cada minuto dessa aventura.

Serviço: O simpático Tutto ensina a pilotar e aluga quadriciclos para passeios guiados pelas serras. Além disso, ele também aluga mountain bikes.

2. Almoçar no Cerro Centinela

Tandil fica num lugar privilegiado. A poucos minutos do centro a paisagem muda completamente; você sai da cidade e quando ve já está no meio da natureza.

tandil

 

O Cerro Centinela fica a 4 quilômetros do centro e tem muitos atrativos. Na minha opinião,  o melhor deles é o restaurante Parador del Cerro. Almoçar no meio das árvores, apreciando a paisagem e provando um prato de cordeiro ou coelho feito em panelas de ferro é uma dessas coisas que você agradece muuuuito quando viaja.

tandil
Seu cardápio é super extenso e tem pratos tão saborosos como o ; frango, ovos e azeitonas cobertos com purê de abóbora e açúcar queimada. Além disso, as sobremesas caseiras e os bolos também são uma tentação.
Gostei tanto de almoçar à sombra das árvores e da tranquilidade do lugar, que voltaria a Tandil só para comer lá de vez em quando.

Serviço: O Parador del Cerro abre diariamente das 9.30 até o fim da tarde.

3. Lindas vistas da cidade

Não sei porque mas sempre gostei de apreciar lugares desde cima. Gosto de ver as árvores e as casas ficando pequenas no horizonte. Neste ranking, a terceira coisa que mais gostei foi andar nas cadeirinhas do teleférico no Cerro Centinela. O vento batendo no rosto, as pernas balançando e essa sensação de liberdade fizeram meu dia muito mais feliz.

tandil

 

O trajeto é de 630 metros e você fica pendurado a uma altura de 14 metros, mas fique tranquilo que vai bem devagar. O passeio (de ida ou volta) dura cerca de 9 minutos.

4. As estátuas de Sancho Pança e Dom quixote 

Quando pequena li o livro de Dom Quixote de la Mancha, do Miguel de Cervantes, e lembro da ternura que esses dois personagens me causaram durante muito tempo. Entre a sua ingenuidade e os seus ideais, eles viraram meus heróis durante a minha adolescência.

tandil
Eis que eu encontrei o cavaleiro medieval e o seu fiel escudeiro em Tandil. As esculturas de ferro são enormes, o Sancho Pança mede 3,5 metros e o Don Quixote, 5 metros. O moinho e as duas estátuas dão as boas-vindas aos que sobem ali para apreciar as belas vistas do Lago del Fuerte e da cidade.

5. Salames e queijos

Os salames e queijos de Tandil são famosos na Argentina inteira. Imagina que em vez de encontrar uma padaria a cada dois quarteirões você acha uma loja com centenas de salames, linguiças e queijos pendurados. É uma tentação a todo instante.

tandil
Não é à toa que a famosa picada (aperitivo) tandilera é servida em quase todos os restaurantes e bares da cidade. Você não pode ir embora sem provar uma, ou duas, ou muitas.

tandil

 

6. Conhecer a história da Piedra Movediza

Imaginem uma pedra enorme que durante muitos anos ficou equilibrada na beira de uma montanha sem nunca cair. A população conta que era comum que as pessoas colocassem garrafas embaixo da pedra e que no dia seguinte elas apareciam quebradas, por conta da movimentação da pedra. O mais curioso é que a enorme rocha parecia que se movia, mas não diante dos olhos das pessoas, só quando as garrafas apareciam quebradas é que era possível notar.

Porém, um dia em 1912 a pedra definitivamente despencou e quebrou. Como essa rocha sempre fez parte da cidade e os moradores mantinham a sua presença contando a sua história uma e outra vez para quem quisesse ouvir, em 2007 colocaram outra pedra com a mesma forma e dimensões da original.

A rocha é muito grande e é quase impossível notar que não é uma pedra mesmo
A rocha é muito grande e é quase impossível notar que não é uma pedra mesmo

Ou seja, quem sobe ao Cerro Piedra Movediza ve lá uma grande rocha no mesmo lugar. Difícil é notar que a nova pedra é uma imitação super bem feita. A paixão dos tandilenses pela movediza é tão grande que é fácil encontrar seu símbolo em logos de restaurantes, cartazes, paredes e livros espalhados pela cidade.

7. A vista desde o Monte Calvário
tandil

 

Para quem curte passeios mais religiosos e quer apreciar uma linda vista de Tandil, recomendo subir ao Monte Calvário. Ao longo do trajeto, é possível ver 14 esculturas que representam as estaçãos da via crucis, o caminho que Jesus foi percorrendo até sua crucificação. Quem tiver fôlego pode subir os 195 degraus a pé, e quem tiver preguiça pode cortar caminho de carro e chegar diretamente até a cruz gigante, como eu fiz.

Eu não sou religiosa e acho que a fé é uma questão individual, mas confesso que senti uma leve emoção ao ver tantos rosários e plaquinhas de agradecimento penduradas ao pé da cruz.

Gostou da cidade? Então não deixe de ler outro post sobre o que fazer em Tandil.

tandil

Mais além da religião, o lugar é muito bonito, arborizado e a vista da cidade vale o passeio. Durante a Páscoa, milhares de peregrinos atravessam a cidade e fazem uma procissão até o Monte Calvário. Nessa época Tandil fica lotada de turistas.

O Viagem Cult recebeu apoio do Instituto Mixto de Turismo de Tandil, em estadia e passeios durante o blog trip.

2 Comments

  • Obrigada, Sarah. Vale a pena mesmo fugir um pouco de Buenos Aires e aproveitar o que as cidades do interior têm de melhor. Tandil é uma delícia!! Abraços.

  • Tipo de viagem que me atrai, só andar de quadriciclo já tá valendo, mais essa culinária e essas paisagens então maravilha, lindo post!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *