Museu Carlos Gardel

Carlos Gardel - museu

Buenos Aires respira tango em muitos lugares e na região do Abasto ainda mais. Foi nesse bairro que o famoso cantor Carlos Gardel morou durante 8 anos. Essa casa acabou virando um museu e entrar lá é como voltar ao passado de uma época boêmia onde o tango era muito venerado na Argentina.

O famoso cantor nasceu na França mas se mudou para Buenos Aires quando era criança. Gardel viveu nessa casa com a sua mãe de 1927 a 1935.

Carlos Gardel - museu

A casa é grande e lá estão vários objetos e instrumentos musicais que pertenceram ao cantor e outros que fizeram parte daquela época. O museu é uma típica construção argentina, conhecida como casa chorizo (casa linguiça). Esses imóveis têm um pátio grande no centro e os cômodos ficam ao lado, todos conectados entre si.

As salas estão divididas por períodos da vida do cantor; seu escritório, a sala de ensaio, seus guitarristas, sua passagem pelo cinema e a sua trágica morte. Tem muitos objetos e documentos interessantes por lá. Até mesmo o testamento deixado por Gardel.

Carlos Gardel - museu

Carlos Gardel - museu

Na penúltima sala é possível ver vários jornais da época em que ele faleceu. Gardel morreu em um acidente aéreo em 1935 na Colômbia. Naquela época ele já era muito famoso e a Argentina ficou chocada com essa perda.

Carlos Gardel - museu
A última parte do museu tem umas poltronas de cinema antigas e ali é possível assitir algumas das apresentações do Morocho del Abasto (O moreno do Abasto), como também era conhecido.

Carlos Gardel - museu

Confesso que eu não sabia muito sobre a sua vida e depois de visitar o museu fiquei sabendo destes detalhes curiosos;
O verdadeiro nome de Gardel era Charles Romuald Gardès.
Ele gostava muito de apostar em cavalos.
Gardel nunca foi casado e não teve filhos.

Essa casa que hoje é o museu passou por várias reformas, mas algumas partes ainda continuam exatamente originais, como é o caso da cozinha, com seu teto baixo; o quarto de passar roupa e o banheiro; além do escritório e da sala principal, onde Gardel costumava ensaiar.

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

Carlos Gardel - museu

Essa da foto era a mãe do Gardel, doña Berta

Quando estiver por lá, não deixe de observar as casas e ruas próximas ao museu; o rosto de Gardel está por todas as partes. Muitos muros têm pinturas e grafittis com o rosto do cantor e várias casas estão decoradas com o famoso colorido fileteado porteño.

Carlos Gardel - museu Carlos Gardel - museu

E para quem quiser fazer algumas compras e passear, a dois quarteirões do museu fica o Shopping Abasto.

Mais informações
Museu Carlos Gardel
Jean Jaurés, 735 – Abasto
Aberto na segunda, quarta, quinta e sexta,
das 11h às 18 h. Sábados, domingos, feriados, das 10 às 19 h. Fechado às terças.
A entrada custa cerca de R$1,50 e na quarta-feira é grátis.
Os ônibus que passam por lá são 29, 41, 64, 68, 118, 140, 142, 168 e 188. E o metrô mais próximo é a Estação Carlos Gardel, linha B.