Suchitoto, a joia de El Salvador

suchitoto

Imagina um lugar onde a tranquilidade está em cada canto, uma cidadezinha que não tem banco nem sinaleiro. Um lugar onde a vida passa ao redor da praça e da igreja principal. Suchitoto, no interior de El Salvador é assim, um lugar para descansar e não pensar em nada.

Eu me apaixonei por esse ¨pueblito¨, que fica a 47 km da capital salvadorenha, pela sua simplicidade, ruas tranquilas e moradores simpáticos. Depois de sair da frenética San Salvador, chegar a Suchitoto é um bálsamo para os ouvidos. Não é à toa que seu nome significa em Nahuat, pássaro e flor.

Foto: Esteban Mazzoncini
Foto: Esteban Mazzoncini

Como acontece em quase todas as cidades da América Latina, principalmente as que foram colonizadas pelos espanhóis, o lugar de encontro dos moradores é na praça central. Em Suchi, como dizem os locais, não é diferente, ainda mais agora que tem wi-fi grátis nessa área. O fim da tarde é um ótimo momento para passear pela praça, conversar com os moradores e ver como a vida no interior tem outro ritmo.

No fim do dia a praça fica movimentada e carrinhos de batata e mandioca frita, se misturam com os jovens que jogam futebol. A feirinha de artesanato e as lojinhas de sorvete começam a receber os primeiros clientes.

suchitoto

O que mais fiz por lá foi caminhar, passear e curtir sem pressa cada ruazinha. Suas casas coloridas e suas ruas de paralelepípedo são um convite para se deixar perder.

suchitoto

suchitoto

suchitoto
Uma dica, não demore muito para jantar porque o salvadorenho costuma acordar e dormir cedo. Um dia tentamos comer alguma coisa depois das 21h30 e já estava tudo fechado. O horário normal de janta em El Salvador é ao redor das 19h.

Entre os meus pratos favoritos recomendo a pupusa. É tipo uma pequena pizza, feita de arroz ou milho, com vários recheios e assada na chapa. Eu me amarrei nas pupusas e comia a toda hora. Prove a de milho recheada com queijo e loroco (um vegetal local) ou a pupusa loca (com todos os recheios misturados).

pupusas
Assim são feitas as pupusas em El Salvador

No centrinho de Suchitoto também encontramos esta pequena ¨fábrica¨onde o milho é moído com água, depois vira uma massa e por último é utilizado para fazer as pupusas.

suchitoto

Outro passeio para fazer por lá é ir até o Lago Suchitlán, ao Puerto San Juan (são 30 minutos de caminhada em descida). Esse lago artificial é o maior de El Salvador e tem 135 quilômetros de extensão. Esse é o ponto de encontro dos locais e turistas, principalmente durante o verão. Além de uma bela vista, há uma piscina pública (a entrada custa US$3), lanchonetes e passeios em lancha.

Foto: Esteban Mazzoncini
Foto: Esteban Mazzoncini

Se você visitar El Salvador não deixe de conhecer Suchitoto. Dá para ir num bate e volta desde San Salvador, mas realmente recomendo ficar pelo menos uma noite lá. Acho uma delícia acordar em um lugar tranquilo e ver como aos poucos a cidade vai acordando.

suchitoto

suchitoto

Onde ficar
Apesar de pequena, Suchitoto tem algumas opções de hotéis e pousadas. Nós ficamos hospedados no hotel boutique Los Almendros de San Lorenzo e o lugar é incrível. Uma casa antiga totalmente reformada em estilo colonial, super decorada e acolhedora.

losalmendrosdesanlorenzo

Foto: Esteban Mazzoncini
Foto: Esteban Mazzoncini

Os donos, o francês Pascal e o salvadorenho Joaquin, fazem você se sentir bem à vontade. O toque deles está por toda parte, afinal de contas cada espaço do hotel tem objetos decorativos que são deles. O Los Almendros é uma mistura de galeria de arte, casa de fazenda, hotel e museu.

Pinturas salvadorenhas, peças de cerâmica do Marrocos, livros e objetos de decoração de várias partes do mundo. A decoração está em cada lugar. O que mais gostei foi do uso que eles deram às portas antigas; mesas, estantes, murais e até cabeceiras de cama. Nunca tinha parado para pensar que uma porta poderia ser usada de tantas maneiras.

O barulho da água do chafariz que está no meio do pátio ajuda a relaxar ainda mais. E como se ainda fosse necessário mais relax, logo adiante essa bela piscina te obriga a dar um mergulho.

Foto: Esteban Mazzoncini
Foto: Esteban Mazzoncini

O hotel é um mix de casa de fazenda com um estabelecimento chique e cheio de personalidade. Na cidade não há outro desse estilo, tanto é que a princesa espanhola Letizia quando visitou Suchitoto ficou hospedada lá.

Esta lua de mel de 4 meses pela América Central e Latina não poderia ter começado de uma maneira melhor nesse hotel.

suchitoto

Mesmo que você só passe um dia em Suchitoto, o que eu não recomendo porque é uma delícia dormir lá pelo menos uma noite, não deixe de conhecer o Los Almendros de San Lorenzo. Almoçar ou jantar nos seus jardins também vale muuuuito a pena.

Se quiser fazer uma reserva nesse hotel, em outro em Suchitoto ou em El Salvador, clique aqui no Booking que sempre tem ótimas ofertas. Você não paga a mais por isso e o blog ganha uma pequena comissão pela sua reserva.

Como chegar

suchitoto

Desde San Salvador dá para ir a Suchitoto contratando alguma excursão ou para quem prefere ir por conta própria, como a gente fez, o ônibus 129 (ruta 129) sai da Terminal Oriente ou a um quarteirão de lá e demora cerca de 2h. A passagem custa menos de 1 dólar, mas prepare-se para uma viagem longa e cansativa porque o busão vai parando em cada esquina e vai bemmmm lotado. Por outro lado, a parte boa é que assim dá pra ir batendo papo com os locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *