5 lugares para visitar em Tegucigalpa

tegucigalpa

Antes de chegar em Tegucigalpa, durante a nossa #honeymoonblogger, procurei na internet o que fazer na cidade e que coisas poderia ver na capital hondurenha, mas tudo o que encontrei foram textos desaconselhando visitar Tegucigalpa. Muitos diziam que era feia, que não tinha nenhuma atração e que não valia a pena passar por lá.

Mas eu não me dei por vencida e apesar das notícias, fomos visitar e descobrir Tegucigalpa, uma cidade que fica num vale, rodeada de montanhas. Afinal de contas, blogger gosta de um pouco de aventura e de mostrar programas alternativos, não é mesmo? Tivemos a sorte de encontrar pessoas bacanas na cidade e que nos mostraram o lado B de Tegucigalpa, uma cidade que tem fama de ser perigosa e com poucos atrativos.

Neste post eu conto 5 programas bacanas para fazer por lá em 24 horas.

1. Catedral San Miguel

catedral tegucigalpa
No centro histórico tem várias igrejas e a mais famosa é a catedral nacional, a Igreja San Miguel. Com uma arquitetura colonial do século XVIII e um estilo barroco, a igreja de cor salmão vale a visita. Além disso, quando a gente esteve lá fez bastante calor, então nada melhor do que entrar numa igreja para descansar, fugir do sol forte e apreciar os seus detalhes.

2. Museu para la Identidad (MIN)

museo de la identidad nacional tegucigalpa

Encontro com a blogueira hondurenha Maria Paz, em frente ao MIN
Encontro com a blogueira hondurenha Maria Paz, em frente ao MIN

Este belo edifício merece a visita somente pela sua arquitetura e seus diversos pisos de mosaico originais. Antigamente o museu foi sede do Palácio dos Ministérios. Por lá sempre há exposições e atividades culturais bacanas. Quando estivemos lá vimos uma exposição muito interessante de um fotógraf sobre imigração na América Latina.

3. Parque nacional El Picacho

cristo picacho tegucigalpa tegucigalpa
Adoro ter vistas panorâmicas das cidades que visito. Gosto de subir bem alto e depois tentar identificar onde fica o lugar onde estou dormindo e os pontos mais importantes da região.

A somente 20 minutos do centro (5km), um passeio super bacana é subir até o Cristo Picacho, um parque nacional com trilhas e vários mirantes para apreciar Tegucigalpa do alto. De lá dá para ver como o rio Choluteca divide Tegus, como chamam carinhosamente a capital hondurenha, de Comayaguela, cidades irmãs. Dali de cima também dá pra ver a pista do aeroporto que, dizem ser uma das mais perigosas do mundo porque tem uma pista muito curta, e o estádio nacional.

4. Tomar um café hondurenho

cafe galeano tegucigalpa
Honduras é famosa mundialmente pela sua produção de café. Graças a simpática blogueira hondurenha Maria Paz, do blog Del Timbo al Tambo, a gente conheceu o adorável Café Galeano que tem como lema preservar e (difundir) a cultura hondurenha.

Café filtrado, de máquina e express, sucos típicos e um dos melhores brownies que já provei. Na parte de cima tem várias mesinhas e uma decoração charmosa com várias redes penduradas, além de uma loja (também deles) que vende roupas com frases e desenhos da cultura hondurenha. O Galeano Café também fica no centro.

5. Vuelve al centro (volte ao centro)

centro tegucigalpa
Durante a nossa estadia conversamos com vários locais e um deles é o Juan Pablo, dono do hostel La Ronda, onde ficamos hospedados. Ele nos contou que faz pouco um grupo de hondurenhos começou uma iniciativa para tentar revitalizar o centro da cidade e fazer com que os hondurenhos voltem a visitar essa área, com o projeto #vuelvealcentro, um site que conta várias histórias sobre a região.

Nós ficamos hospedados bem no centro e posso garantir que com bons olhos essa região e toda a cidade de Tegucigalpa tem várias atrações. Basta procurar!!

Eu recomendo pelo menos passar um dia na capital hondurenha. Com essas dicas é possível ter um dia cheinho de lugares para visitar. E depois de passar por Tegucigalpa você pode seguir viagem até outros pontos importantes do país, como La Ceiba, a famosa ilha de Utila ou visitar as Ruínas de Copán, e até mesmo descer para a Nicarágua, como nós fizemos.

Onde ficar

La RondaHostel tegucigalpa
Em Tegucigalpa a gente ficou hospedado bem no centro histórico, no Hostel la Ronda e foi uma grata surpresa. Esse pequeno e aconchegante alojamento é um oásis no meio do caótico trânsito da cidade.

A antiga casa de famíla do Juan Pablo foi totalmente reformada, mantendo alguns detalhes antigos, e hoje é o único hostel do centro histórico da cidade. Os quartos são amplos e contam com suíte. O hostel tem quartos para casal e dormitórios com 4 camas, para quem quer pagar um pouco menos.

O Juan Pablo é um apaixonado pelo seu país e pode ficar horas conversando com você sobre diferentes passeios para fazer em Tegucigalpa e dicas de outros lugares pelo país ou qual é a maneira mais fácil para cruzar até a Nicarágua.

2 Comments

  • Oi Sarah. Pois é, eu adoro olhar as cidades de cima. Aqui em Buenos Aires tenho vários lugares onde faço isso de vez em quando. Aquela sensação de deixa eu ver como a cidade fica sem mim 😉 hehe.

  • Lindo post, e concordo contigo fotografar a Cidade do ponto mais alto é simplesmente lindo e acho que agora vou ficar tentando adivinhar os lugares nas minhas fotos kkkk.

Comments are closed.