O que fazer em Bogotá em 2 dias

bogota
A capital colombiana é uma cidade que cativa. Apesar do seu trânsito um pouco caótico, Bogotá tem muitas atrações, comida boa e pessoas que são uma simpatia.

A gente passou só dois dias lá, mas conseguimos fazer várias coisas. Gostei muito da cidade e recomendo reservar pelo menos dois dias para conhecer esse destino com calma. Bom, na verdade, recomendo todo mundo conhecer a Colômbia porque somente pelos colombianos a viagem já vale a pena. É incrível como eles são amáveis, atenciosos e simpáticos.

Vou sugerir o roteiro que fiz durante dois dias em Bogotá, misturando as principais atrações, museus e comida típica.

Primeiro dia

10h – Visitar o centro histórico

bogota
Plaza Bolivar e a Catedral

bogota

bogota
Parlamento colombiano

Na parte antiga da cidade fica a maioria das atrações de Bogotá. Uma boa opção é começar pela imensa Plaza Bolivar e o Parlamento. Essa praça é um dos íconos da cidade. Além dos mil pombos que passam o dia por lá, muitos bogotanos também aproveitam o tempo livre para descansar ali. Achei incrível que apesar da praça estar no meio do centro, quase não tem barulho. Me dei conta disso quando olhei ao redor e senti uma tranquilidade muito grande. Acho que isso acontece porque a praça inteira está rodeada por várias edificações que acabam fazendo uma espécie de muro de isolamento acústico.

Não deixe de caminhar pelas ruas próximas à praça. Ali você vai encontrar vários vendedores ambulantes e casas com fachadas coloridas. Caminhando por lá não deixe de provar as típicas obleas (bolacha waffer bem fininha) com arequipe (doce de leite).

 

obleas colombia

Se quiser comprar artesanato, um lugar bacana é o Pasaje Rivas.

Pasaje Rivas, um bom lugar para comprar artesanato
Pasaje Rivas, um bom lugar para comprar souvenirs

bogota

Ainda no centro, fica o Centro Cultural Gabriel Garcia Márquez, em homenagem ao famoso escritor colombiano. Um lugar bacana para passear, tomar um café, visitar a livraria e alguma exposição que esteja rolando por lá.

Centro Cultural Gabriel Garcia Márquez
Centro Cultural Gabriel Garcia Márquez

Outro lugar que você não pode deixar de visitar é o bairro La Candelária, a área colonial de Bogotá. Nessa região há várias casas coloniais com janelas coloridas, portas talhadas e tetos de telha.

bogota
bogota

No meio da Candelária fica o Chorro de Quevedo, onde nasceu Bogotá. Essa pequena praça ganha mais vida durante à noite e ao entardecer. Ali se reúnem vários jovens para tomar uma cervejinha e ouvir algum músico. Essa área está cheia de hostels e barzinhos.

Chorro de Quevedo
Chorro de Quevedo

bogota

13h – Almoço
Depois de passear tranquilamente pelo centro, na hora que a fome já começar a bater, a melhor opção é provar algo típico. Na Calle 11 há vários restaurantes que oferecem comida tradicional, tamal (parecido com a pamonha, mas feita com arroz), ajiaco (uma sopa potente de verduras, milho e frango desfiado, acompanhada de abacate, creme de leite e alcaparras) e uma grande variedade de doces típicos; arroz doce, brebas con arequipe (figos com doce de leite). Sinceramente é tudo uma delícia e vale a pena experimentar tudo mesmo.

ajiaco
Deliciosa sopa de ajiaco

Nessa rua um dos restaurantes mais antigos é a Puerta Falsa. O lugar é bem pequeno, mas é acolhedor. Nós almoçamos lá no primeiro dia e curtimos a valer o ajiaco.

15h – Museus
Aproveite a tarde para conhecer alguns dos belos museus de Bogotá. A cidade tem mais de 40 e um dos mais importantes é o Museu Botero, fica na Candelária, na Calle 11.

museu botero museu botero

Esse museu tem uma grande coleção doada pelo artista colombiano, aquele que pintava as pessoas e os animais com formas bem arredondas. Além de vários quadros de Botero, também há esculturas em bronze feitas por ele e uma exposição de quadros de artistas famosos, como Picasso ou Marc Chagall, que faziam parte da coleção privada de Botero.

Quadros do Botero em exibição no seu museu
Quadros do Botero em exibição no seu museu

Eu adorei esse museu porque está bem cuidado, é iluminado, não é imenso e a melhor parte, é gratuito. O Museu Botero abre 2f (terça está fechado) e de 4f a sábado, das 9 às 19h, e aos domingos e feriados, das 10h às 17h.

Outro museu famoso da capital colombiana é o Museo del Oro (Carrera 6 e calle 16), onde são exibidos diversos objetos de ouro, dos poucos que restaram da época dos espanhóis.

Esse museu abre de terça a sábado, das 9 às 18h, e aos domingos e feriados, das 10h às 16h.

Os dois museus são pequenos, por isso é possível visitar os dois tranquilamente em poucas horas.

18h – Chocolate quente
Aproveite o friozinho do fim do dia para tomar um gostoso chocolate quente. Tem várias padarias e lojas que servem uma saborosa xícara de chocolate com alomojabana (parecido ao nosso pão de queijo) e queijo. Isso mesmo, chocolate quente com queijo. Mas não se preocupe que o pedaço de queijo vem separado. Se você não quiser, não precisa fazer como os bogotanos que cortam em pedacinhos e jogam no chocolate.

20h – Jantar e barzinhos
O lugar dos bares e da balada fica na Zona T e Zona Rosa (ao norte de Bogotá), entre as calles 80 e 85 e carreras 11 e 15. Além de várias lojas de marca, há vários restaurantes para jantar. Um dos mais famosos é o Andrés Carne de Res que abriu uma filial nessa área e é super famoso, principalmente entre os turistas.

Segundo dia

10h – Cerro Monserrate 

bogota
Comece o dia nas alturas. Eu adoro ver cidades de cima. Bogotá tem um serviço bacana de teleférico que te leva a 3200m acima do nível do mar. Essa é a vista que se tem desde o Cerro Monserrate.

bogota bogota

Para subir até lá há 3 opções; de funicular (via terrestre), de teleférico (via aérea) ou a pé (1h de caminhada). Acho que é legal subir de uma forma e descer pela outra.

Como a gente chegou próximo do meio-dia, o funicular já estava fechado. Esse serviço funciona em dias de semana só até às 11h45, então acabamos subindo e descendo de teleférico mesmo.

A subida de teleférico dura só 4 minutos e a vista que se tem lá de cima é incrível. Se você tiver sorte de estar em um dia ensolarado, vai conseguir ver cerca de 70% de Bogotá lá de cima. O ticket de subida e descida custa 6 dólares e aos domingos, 3,5 dólares.

13h – Almoço
Como eu gostei tanto do almoço do dia anterior, repetimos a mesma rua 11, onde há vários restaurantes um do lado do outro. Dessa vez fomos ao Balcones de la Candelaria e gostamos muito. Era um pouquinho mais barato que o Puerta Falsa, mais iluminado, principalmente no último andar, mesas com uma bela vista. O cardápio dos restaurantes dessa rua é bem parecido, comida típica colombiana. Eu comi um tamal com frango e estava bem gostoso.

tamal
Tamal, um dos pratos típicos colombianos

15h – Jardim Botânico
Se a ideia é relaxar e ver um pouco de natureza, as 19 hectares do Jardim Botânico (Calle 63 com Avenida Rojas) vão ser suficientes. Ali é possíel ver diversas plantas e flores do país, principalemente da região da Sabana de Bogotá. A gente não foi ao Jardim Botânico, ficamos descansando no hotel, mas compartilho essa sugestão como opção de passeio para a tarde.

19h – Fim de tarde
A região do Usaquen é outro lugar onde há vários restaurantes e shoppings. Essa é uma parte mais nova da cidade e um lugar bacana para passear e jantar. Não deixe de passar na Calle 119, uma travessinha com lugares descolados, como o ….

Aos domingos, durante o dia, acontece uma grande feira de artesanato e antiguidades (Mercado de las Pulgas).

Como você pode ver em dois dias é possível ver muita coisa em Bogotá, mas eu recomendaria ficar uns 3 dias para curtir a cidade com mais calma.

Onde dormir
Nós ficamos hospedados bem no centro de Bogotá e foi ótimo porque a maioria das atrações e museus ficam ali perto. Durante o dia a área é super tranquila, cheia de policiais e gente circulando. Durante à noite não é tão linda assim, como muitos centros de cidade grande, mas também é tranquila.

Dormimos duas noites no BH Bicentenario e curtimos. O hotel é moderninho, com quartos e banheiro bacanas. Fica bem na frente da Praça dos Periodistas, a localização é ótima. Além disso, o café da manhã é generoso e variado.

Hotel Bh Centenario
Hotel Bh Centenario

A gente também se hospedou no Hotel Augusta, a poucos quarteirões do outro hotel, e gostou. Esse não é tão moderno, mas tem quartos grandes com uma salinha, uma cama gigante, e uma ducha super potente.

Lobby do Hotel Augusta
Lobby do Hotel Augusta

Depois de viajar pela Colômbia, voltamos dois dias para Bogotá porque o nosso voo para Lima saía de lá. E dessa vez ficamos hospedados no Parkway, no bairro de Teusaquillo. Gostei bastante dessa região, bem residencial e diferente do centro onde ficamos no começo.

O hotel parece casa de um amigo, bem acolhedor e tem um jardim que é uma fofura. Os quartos têm bom tamanho e são bacanas (tv e frigobar). Só uma coisa que achei estranha, no nosso quarto tinha algumas formiguinhas caminhando pelas paredes. Nada que incomodasse, mesmo porque pareciam inofensivas hehehe.

Foto: Esteban Mazzoncini
Foto: Esteban Mazzoncini

O ParkAway não tem nada de luxo, mas é confortável e muito acolhedor. Voltaria a me hospedar lá certamente.

Foto: Esteban Mazzoncini
Foto: Esteban Mazzoncini

As nossas estadias em Bogotá foram cortesias, mas isso não interfere na minha opinião sobre os hotéis, que é totalmente pessoal.

Outra região bacana para se hospedar em Bogotá é na Zona T e na Zona Rosa. Se quiser procurar outros hotéis na capital colombiana, clique aqui.

Dicas
– O clima em Bogotá costuma ser igual durante o ano todo, leve calor durante o dia e bem fresquinho à noite. Leve um casaquinho ou uma jaqueta na mala porque você vai precisar depois que o sol se pôr.

– Os táxis na capital são bem em conta e uma corrida de uns 8km custa cerca de 3 dólares. Por isso acho que vale a pena usar e abusar desse meio de transporte.

– Bogotá está cheia de grafittis legais. Suas paredes coloridas não devem passar desapercebidas. Em vários bairros, viadutos, em qualquer esquina você encontra obras de cair o queixo. Essas são só algumas das que vi durante esse dois dias.

graffiti bogota

E você já foi para Bogotá e tem alguma dica para compartilhar com a gente aqui? Vamos adorar saber!

1 Comment

Comments are closed.