El Alto, uma cidade boliviana muito criativa

el alto la paz 

Uma visita a La Paz não fica completa se você não for também a região de El Alto, o primo pobre, mas muito criativo de La Paz. Estive lá e vale a pena conferir a sua feira de domingo, a luta livre de cholas e os coloridos cholets.

Nos últimos anos, a Bolívia tem tido estabilidade e crescimento econômico que trouxeram melhoras evidentes, principalmente às classes baixas. Tudo isso graças ao governo de Evo Morales, o primeiro presidente indígena do país.

Essa região foi crescendo tanto que acabou virando uma cidade, a segunda maior da Bolívia. A maioria dos seus moradores são pessoas que moravam no interior do país ou próximos ao Lago Tititcaca e se mudaram para perto de La Paz em busca de melhores oportunidades.

A gente acabou indo até El Alto para conhecer o fenômenos dos ¨cholets¨, mansões dos ¨novos ricos¨ de origem aimará (indígenas). Cholets é uma mistura das palavras chola, que são as senhoras gordinhas com longas tranças e chapéus, que geralmente são do interior, com a palavra chalé. Chola+chalé = cholets.

Esse edifício colorido é um cholet
Esse edifício colorido é um cholet

Esses edifícios coloridos e chamativos são a última moda para quem pode construir um em El Alto e quer mostrar que tem poder aquisitivo. A maioria desses prédios são salões de festas com uma decoração pra lá de extravagante e no topo fica a casa do proprietário. O famoso arquiteto boliviano Freddy Mamani já construi mais de 60 na região.

Também visitamos estes belos prédios pintados por Mamani. Eu amei essas cores e figuras andinas e adoraria que a fachada do meu prédio fosse assim toda decorada. Esses apartamentos são moradias subsidiadas pelo estado boliviano para que algumas pessoas possam ter a sua casa própria. Esse conjunto habitacional de 7 edifícios fica na região de Mercedario, em Villa Adela, na cidade El Alto.

la paz mamani
la paz mamani

Não foi fácil chegar até lá. A gente pegou o teleférico (linha vermelha) até El Alto e depois uma mini van em um trajeto de quase uma hora, mas sei que existem agências de turismo em La Paz que fazem excursões pelo bairro para conhecer os coloridos ¨cholets¨.

E tem mais, aos domingos e quintas rola uma mega feira em El Alto. Tem peças usadas de carros, comida, roupas e tantas outras coisas. A feira em si não é bonita, nem a região, mas vale a visita se você quer assistir uma luta livre de cholas. Isso mesmo a Cholitas Wrestling. Essas senhorinhas com saias coloridas sobem no ringue aos domingos para divertir turistas e locais num show de luta livre. O espetáculo começa às 16h.

Foto: Univision.com
Foto: Univision.com

Acabou que não assistimos a luta e depois eu me arrependi. Você pode ir sozinho e comprar a entrada ou pode contratar o serviço de uma agência de turismo.

Como chegar
Para chegar a El Alto é só pegar o teleférico (linha vermelha) e já na saída você vai ver a feira. Se quiser ir na luta livre de cholas, tem que virar a esquerda e caminhar uns 10 minutos até chegar num prédio de 3 andares cor de mostarda. O espetáculo é sempre aos domingos, a partir das 16h, e custa 8 dólares.