5 passeios legais em Medellín

medellin

Medellín é uma dessas cidades que dá vontade de ficar vários dias. Logo que cheguei me dei conta de que esse lugar tinha algo de especial. Quando conversei com o taxista que nos levou do aeroporto ao centro, ele me disse que ama a sua cidade e que é um lugar perfeito. Como era de noite não pude perceber muito, mas no dia seguinte vi que ele tinha razão.

Essa cidade colombiana é uma mistura de Rio de Janeiro, por conta das suas diversas comunas (favelas) nos morros, de Quito (pelo clima), e de Curitiba (pelo seu ótimo transporte público). Além disso, o seu clima é muito gostoso. Não é à toa que Medellin é conhecida como a cidade da eterna primavera. Durante o dia o sol bate forte, mas nada exagerado, e à noite a temperatura cai para a casa dos 20°C e até chega a bater uma brisinha.

IMG_0086 medellin botero

Em qual cidade do mundo a gente pode fazer um city tour aéreo, de teleférico, por menos de 1 dólar? Acho que para ser uma cidade perfeita só fica faltando o mar mesmo. Hehehe.

Nós passamos dois dias em Medellín e tivemos tempo de fazer várias coisas. Vou contar aqui o meu top 5!

1. Visite a Comuna 13

Comuna13

De longe parece uma favela carioca, mas quando a gente vai chegando perto dá para perceber que essas casinhas coloridas são de tijolo e subir o morro é super tranquilo. Mas nem sempre a Comuna 13 foi assim. Graças a um projeto de pacificação em 2002 e a implementação de um projeto incrível, 6 escadas rolantes que ligam a Comuna ao pé do morro, a criminalidade diminui bastante.

Comuna13

Curti muito os diversos grafittis que enfeitam as suas ruas. Gostei tanto da Comuna 13 que escrevi um post contando mais sobre esse lugar. Para ler é só clicar aqui.

2. Andar de metrocable

medellin

Se tem algo que é de tirar o chapéu em Medellín é o seu transporte público de metrô de superfície e os metrocables (teleféricos públicos). Imagina que você pode ir de um lado ao outro em um metrô rápido, limpo, com ar condicionado e ainda combinar com uma linha de teleférico que te leva até as áreas periféricas da cidade, as famosas comunas.

As comunas são as nossas favelas brasileiras, só que pacificadas e melhoradas, ficam nos morros e a maioria dos seus moradores são pessoas de baixa renda e mega simpáticos. Aliás, como todos os colombianos.

 

metrocable medellin
Euzinha posando no metrocable

Existem várias linhas de metrocables que ligam as comunas às principais estações de metrô. Durante o passeio você pode admirar as paisagens, descer nas comunas tranquilamente para conversar com os moradores e fazer um programa diferente por menos de um dólar.

Eu andei em dois metrocables, mas as melhores vistas que encontrei são do a metrocable que vai até a Aurora.

No fim dessa linha, na parada Santo Domingo, dá para descer e subir em outro metrocable (por mais 4,6km) e chegar até o Parque Arví. Para fazer esse trajeto é preciso pagar novamente.

A gente visitou a Comuna 4 (na estação Santo Domingo) num fim de semana e o clima de família, descanso e diversão reinava por lá. Crianças brincando nas praças, grupos de amigos tomando cerveja nas mesas dos bares, senhoras contando as novidades aos vizinhos, etc. Em nenhum momento eu senti medo ou qualquer sensação parecida. Assista ao vídeo que gravei de um rapper na Comuna 4 sobre Medellín.

Eu fiquei super feliz em poder passear por ali e saber um pouco mais sobre a vida dessas pessoas e as transformações sociais pelas quais passaram com a chegada do metrocable.

3. Passear pela Plaza Botero

medellin botero

medellin botero

Esse famoso artista colombiano nasceu em Medellin e tem uma praça com seu nome. Sabe aquele pintor e escultor que só pintava figuras com formas bem arredondadas? Na Plaza Botero, no centro da cidade, você vai poder se esbaldar com elas.

São 23 esculturas de bronze enormes de homens, mulheres e bichos que alegram o lugar e deixam o espaço público ainda mais bonito em frente ao belo prédio do Palácio da Cultura. A Plaza Botero é um verdadeiro museu a céu aberto.

medellin botero

medellin botero

medellin botero

Na frente da praça fica o Museu Antioquia, um dos mais importantes da Colômbia, que reúne várias obras do Botero. A estação de metrô mais próxima da Plaza Botero é Parque Berrío.

4. Pueblito Paisa

Esse pequeno lugar é uma réplica de como eram as casas colombianas da região de Antioquia antigamente. Construções de paredes grossas e casas com pátios no meio, bem ao estilo espanhol, e a igreja como principal construção do vilarejo.
No Pueblito Paisa tem várias barraquinhas com artesanato, comidas típicas e um mirante suuuuper bacana. Dalí dá pra ter uma vista de quase 360° graus de Medellin, do alto do Cerro Nutibara.

O Pueblito Paisa abre bem cedo pela manhã e fica aberto até meia-noite diariamente.

5. Saborear comida típica paisa

O prato mais típico de Medellin é a bandeja paisa (arroz, feijão, patacones, carne, abacate, ovo e arepa), uma refeição bemmm abundante. Mas o meu prato favorito da Colômbia é a arepa de milho. Amo muuuuuito!! No país inteiro se come arepa. Algumas são feitas de arroz e outras de milho. A de milho é adocicada e úmida. Deliciosa!!

Essas são as arepas de chocolo
Essas são as arepas de chocolo

Não deixe de parar em alguma vendinha na rua para saborerar uma arepa de chocolo com queso cuajada. Eu poderia comer uma todos os dias e não iria enjoar nunca. Prova disso é minha cara de felicidade aí na foto!

AREPAS

Dos outros lugares que nos recomendaram visitar em Medellín, mas que não pudemos ir por falta de tempo é o Parque Explora (um parque científico para adultos e crianças com um aquário gigante) e o Jardim Botânico.

Curiosidades
Entre as curiosidades que descobri estando em Medellín é que o famoso cantor de tango argentino Carlos Gardel faleceu lá num acidente aéreo. Por isso essa cidade colombiana tem alguns lugares onde é possível dançar e ouvir tango.

Outra coisa que eu não sabia é que as pessoas que nascem em Medellín são conhecidas como paisas.

E a última, sabia que o famoso traficante Pablo Escobar morreu e está enterrado em Medellin? Aliás, na cidade tem vários tours que contam a história desse narcotraficante colombiano.

Onde ficar

SAMAN HOSTEL

Nós ficamos hospedados no Saman Hostel, na Zona Rosa, uma área cheia de bares e restaurantes. Gostei bastante do lugar porque fica relativamente perto do metrô Poblado (10 minutos caminhando) e cheio de restaurantes ao redor.
Ficamos em um quarto duplo (sem suíte) e gostamos.

O quarto tem tv e ventilador. O hostel é pequeno, mas é aconchegante e limpo. Os banheiros tem um ar de banheiro de casa da gente, com água quente e chuveiro gostoso. O café da manhã é modesto, apenas uma xícara de café e uma fruta, mas por sorte tem vários lugares próximos para comer. Além dos quartos para duas pessoas, também há quartos coletivos com banheiro compartilhado. Gostei bastante de ter ficado no Saman Hostel pela limpeza e localização.

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *