Parque Tayrona, o paraíso colombiano

 

tayrona

O Tayrona é um dos lugares mais famosos e visitados da Colômbia. Não sem razão. Uma reserva florestal de 15 mil hectares de pura natureza, mar azul e trilhas para caminhar. Várias vezes vi fotos desse mar azul, palmeiras ao redor e areia branquinha. Alguns amigos já tinham visitado o Tayrona e contado que o parque é incrível. Finalmente este ano conheci a Colômbia e é claro que não deixei o Tayrona fora do meu itinerário.

tayrona

tayrona

Este é um post cheio de dicas; como chegar, quanto tempo ficar, onde dormir, etc, pra você se animar e viajar até o Tayrona, o paraíso colombiano.

Como ir

tayrona

O Tayrona fica na parte norte da Colômbia, a 236 km de Cartagena. Existem duas formas de chegar ao parque; por terra e pelo mar. Como a gente ficou hospedado em Taganga, bem pertinho de Santa Marta, decidimos ir de táxi e voltar de lancha.

A ida de carro foi super tranquila e demorou apenas 1h. Pagamos 20 mil pesos colombiano por pessoa (7 dólares) e dividimos um táxi com outro casal. Por isso saiu bem em conta.

Na volta, como já estávamos cansados, decidimos não fazer toda a caminhada e retornamos de lancha. O preço é mais caro; 45 mil pesos colombianos (15 dólares), mas o conforto e a rapidez compensam. Em apenas 50 minutos, saímos de Cabo San Juan (que está dentro do Tayrona) e chegamos em Taganga. Essa lancha costuma sair somente de Cabo San Juan às 16h.

Desde Taganga ou Santa Marta também é possível fazer excursões de bate e volta, mas acho que não vale a pena porque você não acaba conhecendo bem o parque por falta de tempo. Eu recomendo passar uma noite no Tayrona, pelo menos.

Onde dormir

tayrona

Vista da caminhada da entrada ao Cabo San Juan
Vista da caminhada da entrada ao Cabo San Juan

Existem vários campings que oferecem alojamento dentro do Tayrona. Você pode escolher dormir em barraca, redes ou em cabanas simples. O primeiro alojamento fica a mais ou menos 1h de caminhada da entrada. Nós não dormimos nesse, mas dei uma olhada nas instalações e achei boas. Além das redes e barracas, eles também oferecem casas rústicas para até 5 pessoas.

Nós dormimos nas barracas do camping de Cabo San Juan, que fica a umas 2h de caminhada desde a entrada do parque. Escolhemos esse camping porque ali na frente dá para entrar no mar. É que na maioria das praias no Tayrona não dá pra entrar porque o mar é super forte, mesmo que não pareça. Aliás, há várias placas que aconselham não nadar por ali.

Placa alertando que várias pessoas já se afogaram nessa praia
Placa alertando que várias pessoas já se afogaram nessa praia

 

Bem na frente do camping de Cabo San Juan há duas praias bonitas e tranquilas. Além disso, caminhando outros 5 minutos se chega a outras praias mais desertas e uma nudista.

Tayrona
Essa é a praia que fica no Camping Cabo San Juan

A área do camping é bonita, mas o que achei ruim é que estava cheio de barracas e uma grudada na outra. Por isso de noite ou de manhã qualquer um que falava ou pouco mais alto ou ouvia música, acabava atrapalhando. Não precisa levar isolante ou saco de dormir porque todas as barracas tem colchãozinho, mas aconselho levar um lençol ou uma canga para colocar em cima do colchão.

tayrona

Outra coisa que não curti foi a infraestrutura desse camping; tem poucos banheiros, são sujos, e poucas duchas, que também achei meio sujas. A parte legal é que o restaurante serve comidas boas e a praia dali é bonita.

Custo

tayrona

Estrangeiros pagam 42 mil pesos colombianos (14 dólares) para entrar no parque. Além disso, eles oferecem um serviço de mini van (1 dólar) que leva as pessoas da entrada até o estacionamento (5km), que é onde realmente começa a caminhada dentro das trilhas do parque. Se você decidir não dormir no parque, esses serão os únicos gastos obrigatórios.

Para comer, há alguns restaurantes ao lado dos campings. Os preços são um pouco mais elevados que nas cidades colombianas. Quando estive lá, um refrigerante custava 1,50 dólar, e um prato de comida, cerca de 8 dólares (macarrão, risoto ou frango). A gente comeu no camping do Cabo San Juan e os pratos eram bem grandes, até chegamos a dividir, e as refeições bem saborosas.

Ao lado dos restaurantes tem pequenas lojinhas que vendem algumas coisas, como papel higiênico, bolachas, refrigerantes e alguns enlatados, mas a variedade de produtos é pouca. Por isso, se você quiser comer alguma coisa especial, compre antes de chegar ao Tayrona. Além disso, no camping que ficamos só vendiam água em garrafa pequena. Ou seja, tivemos que gastar mais em água porque as pequenas sempre são mais caras. O melhor é se você puder levar, mas a parte chata é ter que carregar durante toda a caminhada.

tayrona

Fica a dica, se você for à Colômbia não deixe de visitar o Parque Tayrona, porque as paisagens e a caminhada por lá, super valem a pena!!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *