Degustação e cata de vinho às cegas

lacavadevittorio-1

Antes eu achava que só tomar vinho já era bom, mas como estou morando em Buenos Aires já há 5 anos aos poucos estou aprendendo mais sobre vinhos. Vou percebendo que é muito legal saber mais sobre as diferentes, cepas, maneiras de degustação e detalhes que fazem toda a diferença.

Eu acho que uma das melhores maneiras de adquirir esse conhecimento é participando de catas e isso é algo que não falta na capital portenha. Nós fizemos uma degustação às cegas, já explico como funciona, na charmosa La Cava de Vittorio durante o I Encontro de Blogueiros Brasileiros em Buenos Aires, organizado por 3 blogueiros que moramos em Buenos Aires; eu, o Túlio, do Aires Buenos, e a Gisele, do Aquí me Quedo.

A vinhoteca fica no bairro de Recoleta e se você não prestar atenção no número pode até passar batido na frente porque é meio pequena, mas a surpresa desse lugar está na sua cava no subsolo. São mais de 600 etiquetas de vinhos da Argentina inteira; malbec, pinot noir, bonarda e tantas outras variedades à venda por lá.

lacavadevittorio

A simpática proprietária e sommelier Claudia Zanella nos recebeu e nos ensinou muuuuuita coisa sobre a produção dos vinhos e também ajudou a derrubar alguns mitos.

Bom, vamos a degustação às cegas. Esse tipo de cata é quando as pessoas não sabem o vinho que estão tomando e tentam descobrir depois de provar e de receber algumas dicas. Enquanto o vinho é servido, o seu rótulo fica coberto com um pano. Eu tive sorte e acertei o primeiro hehe e olha que entendo pouco de vinho.

Provamos cinco tintos e aos poucos a Claudia foi contando como deve ser a aproximação com a bebida. Antes de beber é preciso usar o olfato para tentar adivinhar as notas (o cheiro) que podem ser amadeiradas, frutais, etc. Em seguida devemos analisar a sua cor para saber se é um vinho reserva ou mais novo. O segundo passo é mexer um pouco a taça para ver se o vinho escorre rápido ou lentamente. Quanto mais lento ele descer, as famosas lágrimas que ficam grudadas na taça, maior será o seu teor alcoólico.

A Claudia está na ponta da mesa e eles nos receberam com decoração de Halloween
A Claudia está na ponta da mesa e eles nos receberam com decoração de Halloween

E depois de tudo isso, aí sim é hora de degustá-lo. Mas o vinho não se bebe como se fosse água ou refrigerante, gente. A melhor maneira é tomar um gole e fazer tipo um bochecho discreto para que a bebida passeie por toda a boca e as áreas da língua. Só assim vamos sentir o seu verdadeiro sabor.

Durante a degustação um dos mitos derrubados foi a dos blends, mistura de várias cepas. Os blends não são vinhos ruins. Ao contrário, existem vinhos com até 5 cepas, os pentavarietais, que são excelentes.

Outro mito derrubado é o da rolha de plástico. Hoje em dia, você já deve ter reparado que muitos vinhos já não vêm com as tradicionais rolhas naturais feitas com a cortiça de certas árvores. Por diversos motivos muitos fabricantes estão usando rolhas de plástico e isso não afeta em nada a qualidade da bebida, segundo a sommelier Claudia.

E confesso uma coisa pra vocês, antes de vir morar na Argentina eu escolhia o vinho pelo rótulo. O que achava mais bonito, comprava. Como aqui o mercado é enorme e a competição é muito grande, cada vinícola tenta fazer algo diferente para chamar a atenção do consumidor. Veja que bacana essa etiqueta de um vinho Malbec do Batman que encontrei na Cava do Vittorio.

Vinho do Batman :)
Vinho do Batman 🙂

A aula que tivemos junto com a cata às cegas e o aperitivo foram uma delícia e fechamos o I Encontro de Blogueiros Brasileiros em Buenos Aires brindando.

blogueirosbrasileiros
A Gisele, euzinha e o Túlio

Quando vier para a capital portenha, se quiser aprender mais sobre vinhos e ter uma cata super didática, recomendo muito a La Cava de Vittorio. Confira a programação da vinhoteca na sua página no Facebook porque toda semana tem algo novo e muitas catas são gratuitas e outras oferecem desconto para compra de bebidas na loja.

Quer saber tudo sobre Buenos Aires? Confira o guia de viagem digital para ter a capital portenha aos seus pés!

Mais informações
La Cava de Vittorio fica na Calle Arenales 2321, Recoleta. A vinhoteca abre de 2f a sábado das 11h às 20h.

4 Comments

  • Fabio, eu também tô louca para experimentar o vinho do Batman 😉 Viu, como esse tipo de marketing funciona? hehehe

  • Nossa, aprendi demais. Mas confesso que um rótulo legal vai continuar me atraindo hahaha. Mas é tanta coisa interessante nesse mundo dos vinhos, é realmente fascinante.

  • Essa cata as cegas foi muuuito legal! Eu ja havia esquecido esse negocio de “fazer um bochecho” com o primeiro gole de vinho, obrigada por lembrar! Tenho vontade de ser sommelier tb! 🙂

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *