Viña del Mar e Valparaíso

A capital do Chile não tem praia, mas bem pertinho fica Viña del Mar onde o mar dá as caras. E logo ao lado está Valparaíso, uma cidade charmosa e colorida. Um passeio dois em um!

Como passei vários dias em Santiago e já tinha visitado os pontos principais, decidi conhecer esses dois lugares em uma excursão bate e volta. Eu tinha duas missões nessa trip; fotografar alguns dos tantos grafites coloridos de Valparaíso e colocar o pé no Pacífico para conferir a temperatura da água.

Viña del Mar

Um dos pontos turísticos de Viña, o relógio das flores


Cidade jardim, como também é conhecida Viña, é moderna e pequena. Esse é um dos balneários favoritos dos chilenos durante o verão.

Além disso, a cidade é muito famosa pelo festival da canção que promove todos os anos. Visitamos a Quinta de Vergara, para conhecer o anfiteatro onde acontece o festival. Também fizemos uma rápida parada no turístico relógio das flores, que foi um presente recebido da Suíça para o Mundial de Futebol de 1962.

Em seguida, fomos passear pelo calçadão e finalmente pude colocar o pé no Pacífico. Era abril, então não estava fazendo calor, mas o dia estava ensolarado. O que eu queria mesmo era comprovar se o mar no Chile é tão gelado como dizem. Eeeeee sabe que eu não achei tãooooo gelado assim? Claro, coloquei só o pé e não cheguei a mergulhar para saber se o meu corpo ia resistir. Mas pelo menos matei a minha vontade.

Esquentando ao sol 🙂

Como ainda era preciso visitar Valparaíso, a passagem por Viña foi rápida e rasteira. Mas quem ficou com vontade de passear um pouco mais por lá, outros lugares recomendados são os castelos museus e o cassino.

Valparaíso
Eu não sabia que elas ficavam tão perto uma da outra (5 km) e que tem uma linha de metrô que liga as duas cidades. Boa dica pra quem vai pra lá por conta própria.

Eu fiquei encantanda com Valparaíso, Patrimônio Cultural da Humanidade, essa cidade de altos e baixos e muitas ladeiras. Seus muros, escadarias coloridas e desenhos alegram e chamam muito a atenção. Fica difícil caminhar por Valpo sem querer parar em cada esquina para fotografar seus inúmeros grafites.

Fizemos uma caminhada de quase 1 hora pelo Cerro Alegre, onde estão a maioria dos alojamentos e restaurantes. Uma área bem turística e bacana.

Outro atrativo de Valparaíso são seus elevadores, que fazem parte do transporte público da cidade. Uma boa alternativa para conectar a parte alta com a baixa. Alguns desses funiculares foram construídos no fim do século XIX e funcionam até hoje.

Eu e mamis em um dos tantos mirantes da cidade

Infelizmente não subimos ou descemos em nenhum elevador durante a excursão. Fiquei chateada porque adoraria ter tido essa experiência. Mas quando estamos numa excursão não dá pra fazer tudo o que a gente gostaria, né? Bom, taí uma boa desculpa para voltar pra lá.

Um dos elevadores de Valparaíso

Depois da caminhada pelo morro chegamos à praça Sotomayor, a mais importante de lá. Valparaíso é uma cidade portuária e o guia nos contou que durante muitos anos esse foi um dos portos mais importantes da região, até que o Canal do Panamá foi construído.

Praça Sotomayor

Em Valparaíso fica uma das casas do poeta Pablo Neruda, La Sebastiana. Nessa excursão não tivemos tempo para visitá-la, infelizmente, mas a Turistik tem outro tour que passa por uma vinícola e por Valparaíso, e inclui a visita à casa museu de Neruda.

No fim da tarde, voltamos para Santiago e durante o caminho fiquei tentando imaginar como era Valparaíso no passado, quando seu porto era o mais movimentado deste lado do mundo. Tentei recriar como seria essa época quando as embarcações passavam por lá e a cidade vivia seu apogeu econômico.

Distâncias
Santiago – Viña del Mar – 118 km
Santiago – Valparaíso – 115 km
Valparaíso – Viña del Mar – 8 km

Tour
Gostei do tour da Turistik, mas acho que só vale mesmo a pena fazer quem tem pouco tempo disponível no Chile. Como o passeio visita as duas cidades no mesmo dia, não dá muito tempo pra curtir e por isso achei que foi bem corrido, principalmente a parte de Viña del Mar.

Porém, quem tiver pouco tempo, acho que vale a visita nem que seja para ter uma ideia dessas duas cidades e quem sabe numa outra ocasião voltar pra lá com mais tempo.

Esse tour dura cerca de 9h. A saída é às 9h e o retorno por volta das 18h. Custa aproximadamente 50 dólares por pessoa e o almoço não está incluído.

O tour da Turistik por Viña e Valparaíso foi uma cortesia, mas isso não influencia a minha opinião neste post que é pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *